Parceria firmada com a sueca Powercell Sueden AB facilitará entrada no segmento

Considerada uma das maiores empresas de engenharia e eletrônica da Alemanha, a Bosch está prestes a entrar no segmento de veículos pesados movidos a hidrogênio. Em parceria com a Powercell Sueden AB, fabricante sueca de baterias, a empresa desenvolverá a tecnologia de célula de combustível de membrana de eletrólito de polímero (PEM), a fim de torná-la pronta para produção em série. A ideia é fabricar o dispositivo sob licença para o mercado global, atendendo principalmente o setor de caminhões. As baterias fornecem uma saída de até 125 kilowatts e estarão em oferta por volta de 2022.

Galeria: Hyundai HDC-6 Neptune Concept

“No domínio das células de combustível, a Bosch já tem uma mão forte e a aliança com a Powercell a torna ainda mais forte. Comercializar tecnologia é um dos nossos pontos fortes. Vamos agora assumir esta tarefa com determinação e desenvolver este mercado”, afirma Stefan Hartung, membro do conselho de administração da Bosch e presidente do setor empresarial da Mobility Solutions.

Estima-se que até 20% de todos os veículos elétricos em todo o mundo serão alimentados por células de combustível até 2030. O crescimento ganha reforço com a redução dos custos, que estão menos onerosos em toda a cadeia do hidrogênio. Na célula de combustível, vale lembrar, o hidrogênio reage com o oxigênio e produz energia elétrica, liberando apenas água como subproduto.

Fotos: Divulgação