Informação foi confirmada por Daniel Herrero, presidente da filial local

Especulado desde 2016, o lançamento de uma inédita variante híbrida da picape Hilux parece finalmente estar próximo de se tornar realidade dentro da Toyota. Prova disso vem do próprio chefão da marca na Argentina, Daniel Herrero, que recentemente confirmou em entrevista o "desenvolvimento de um veículo eletrificado com base no modelo Hilux". Detalhes sobre o projeto não foram anunciados, mas segundo o executivo a misteriosa novidade será fabricada na própria Argentina e exportada para toda a América Latina - o que certamente inclui o Brasil, como maior mercado da região. Uma data específica para estreia, porém, ainda é desconhecida.

Galeria: Toyota Hilux e SW4 2020

A ideia de uma Hilux híbrida (ou de um modelo eletrificado baseado nela, como disse Herrero) ganha força pelas movimentações da própria indústria, incluindo regras anti-poluição cada vez mais rígidas. Existe pressão nesse sentido na maioria dos mercados onde a picape é vendida, incluindo Europa e regiões da Ásia. O conjunto mecânico a ser adotado ainda é um mistério, mas todas as especulações apontam para um sistema híbrido convencional - deixando de lado o chamado dispositivo plug-in.

Até 2030, o objetivo da Toyota é oferecer pelo menos uma versão eletrificada para cada veículo de seu portfólio em nível global. No Brasil, os modelos RAV4 e Corolla já cumprem esse requisito. "A convicção da Toyota é continuar apostando na tecnologia híbrida, que é a mais conveniente para esse estágio da indústria", disse Herrero em ocasião anterior.