Nova arquitetura fará sua estreia com SUV elétrico da Nissan baseado no conceito Ariya

A Nissan foi uma das primeiras fabricantes a lançar um carro elétrico de produção em massa, quando colocou o Leaf nas lojas em 2009, sinalizando as ambições de oferecer veículos que fugissem dos combustíveis fósseis. Quase uma década depois, a marca não fez muito mais, lançando a segunda geração do Leaf e uma variante elétrica da van NV200.

Isso irá mudar, pois a fabricante japonesa trabalha em uma nova plataforma para carros elétricos que será usada por toda a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, para que cada marca tenha sua linha de elétricos. E a Nissan ainda irá usar a arquitetura na Infiniti, sua marca de luxo para o mercado norte-americano.

Esta plataforma será muito mais flexível permitindo vários tamanhos e estilos diferentes de veículos, dependendo apenas da estratégia de produto, revela Alfonso Albaisa, vice-presidente sênior de design da Nissan. E, como a moda do momento são os crossovers e SUVs, o primeiro modelo desta arquitetura será um carro deste tipo: a versão de produção do conceito Nissan Ariya.

O protótipo Ariya é um estudo de design e ele já foi concebido pensando nesta nova plataforma. Dará origem a um crossover que servirá de alternativa ao Leaf, para quem quer um veículo mais alto e um pouco mais espaçoso. Pessoas ligadas à marca dizem que ele não será muito mais caro do que o hatch médio.

O que é bem animador sobre a versão de produção do Ariya é que terá um foco maior no desempenho. Albaisa diz que ele será rápido, "tão rápido ou até mais rápido do que um Nissan Z". Isso significa que o crossover deve alcançar os 100 km/h em cerca de 5 segundos, o que o colocaria no mesmo nível que o Ford Mustang Mach-E.

Este novo modelo deve adotar o sistema de tração integral e-4force que a Nissan apresentou recentemente, usando dois motores elétricos. Ele foi demonstrado em uma versão especial do Leaf, que contava com 309 cv e 69,3 kgfm de torque - um aumento considerável sobre os 149 cv e 32,6 kgfm da versão normal do hatchback.

Galeria: Nissan Ariya Concept

O resto da futura linha de elétricos da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi ainda é desconhecida. Por enquanto, a Renault está apostando no Zoe reestilizado e confirmou o lançamento do Twingo elétrico, baseado no Smart EQ ForTwo, enquanto trabalha com modelos híbridos como os novos Clio e Captur.

Fonte: Green Car Reports