Primeiras unidades serão entregues já nos próximos meses

Apesar de ter sido apresentado primeiro em solo norte-americano e carregar no nome a força de um dos modelos mais tradicionais da região, o elétrico Mustang Mach-E não terá os Estados Unidos como primeiro mercado. Em conversa recente com o pessoal do Mach-E Club, ninguém menos que Jason Mase, chefe da estratégia de marketing de eletrificação da Ford, revelou detalhes sobre o plano de lançamento do crossover e adiantou que, antes da América do Norte, o modelo será ofertado para clientes dos principais mercados da Europa. Os americanos, segundo informado, receberão o EV apenas no último trimestre deste ano. O portfólio será composto pelas versões First Edition, Select, California Route 1 e Premium - o acabamento GT Performance ficou para 2021.

Galeria: Ford Mustang Mach-E 2020

Segundo Mase, o próximo passo é entrar em contato com interessados que já encomendaram o modelo e transformar essas reservas em pedidos reais. A oferta será feita por meio de vendas tradicionais ou aluguel, mas uma terceria opção também está nos planos. Seria uma espécie de plano de arrendamento onde o veículo é devolvido ao final do contrato e o cliente tem a opção solicitar o incentivo fiscal oferecido para veículos elétricos de diferentes maneiras - abatendo das parcelas mensais, por exemplo.

Dependendo da versão, o Mach-E terá potências de 255, 282, 333 ou 460 cv e autonomia de 336 km ou 480 km. Os preços nos EUA variam entre US$ 44.895 e US$ 65.500 - cerca de R$ 193.100 e R$ 280.650, numa conversão direta.

Mach-E no Brasil

Em conversa com Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul, Motor1.com Brasil falou sobre a possibilidade da venda do primeiro SUV 100% elétrico da marca no mercado nacional. A resposta foi enfática: "Sim, existe uma chance altíssima de vendermos o Mach-E no Brasil", disse Waters. O executivo também afirmou que acredita no futuro da eletrificação e citou o fato de que a produção no México ajudará muito em sua estratégia para o mercado brasileiro. Além disso, a fabricante tem planos de lançar mais carros eletrificados por aqui, como o Escape Hybrid, que deverá chegar neste ano.