Batizada como e-Bulli, van adota propulsor de 83 cv e tem autonomia de 200 km

Fazem 7 anos que a Volkswagen Kombi teve sua produção encerrada, quando freios ABS e airbags frontais tornaram-se obrigatórios no Brasil. O veículo é icônico a ponto da marca desenvolver uma sucessora elétrica, antecipada pelo conceito e-Buzz, que ainda não chegou ao mercado. Enquanto esperamos pela e-Buzz, a fabricante alemã decidiu reviver a Kombi, criando uma versão com motor elétrico batizada e-Bulli e que já esta à venda na Europa por 64.900 euros (o equivalente a R$ 352 mil).

Apresentada pela internet, a Volkswagen Kombi elétrica manteve praticamente todo o design clássico do modelo. Até o interior é bem próximo do que conhecemos, incluindo o volante voltado para cima e com aro fino. Claro que tem algumas diferenças, como a alavanca da transmissão semelhante aos dos carros automáticos da empresa, os botões na parte central e a adição de uma pequena tela no velocímetro. Ainda recebeu um rádio com aspecto retrô, mas que tem conexão Bluetooth e porta USB.

Galeria: Volkswagen e-Bulli

A parte mecânica foi feita em parceria com a eClassics, empresa alemã especializada em equipar clássicos com motorização elétrica. No caso da e-Bulli, o motor boxer de 44 cv foi substituído por uma unidade de 83 cv e torque máximo de 21,6 kgfm. Segundo a VW, a van tem velocidade máxima limitada em 130 km/h, mais do que os 105 km/h da versão normal.

Utiliza um conjunto de baterias de 45 kWh, o suficiente para que tenha uma autonomia acima de 200 km. Pode ser carregado com uma das estações rápidas disponíveis na Europa, recuperando 80% da carga total em 40 minutos. A fabricante não revelou quanto tempo seria necessário usando uma tomada comum ou um Wallbox residencial.

Além de mudar a motorização, a eClassics recriou todo o chassi. Recebeu suspensão multilink dianteira e eixo de torção na traseira com amortecedores ajustáveis. Até os freios foram trocados, adotando discos ventilados nas quatro rodas. De acordo com a Volkswagen, andar na e-Bulli é totalmente diferente de andar na Kombi.

Volkswagen e-Bulli
Volkswagen e-Bulli

Os europeus já podem comprar a Volkswagen e-Bulli, por um preço nada baixo. Custa a partir de 64.900 euros (R$ 352 mil) já pronta, embora a eClassics diga que vai oferecer também o kit para concessionários fazerem a conversão. Como comparação, o hatch ID.3 tem preço inicial de 30 mil euros (R$ 163 mil), antes dos benefícios de cada governo.