SAIC-Volkswagen vai ampliar eletrificação da gama ainda em 2020

Poucos dias após anunciar a compra de 50% da JAC e ampliação para 75% do controle da joint venture Volkswagen-JAC, outra joint venture da marca no China, desta vez a SAIC-VW, anunciou o lançamento de um alguns modelos em 2020, com destaque para a versão 100% elétrica do SUV Tharu, conhecido por aqui como VW Tarek, embora o nome definitivo para o nosso mercado ainda não esteja confirmado.

A nova ofensiva da SAIC-Volkswagen promete colocar no mercado chinês os modelos Tharu EV, Tiguan X (ainda sem nome oficial anunciado), Huion e dois modelos da família ID., sendo o ID.3 ainda em 2020 e o segundo modelo ID."familiar", que acreditamos ser o ID.4, tendo as primeiras entregas no início de 2021.

Galeria: Volkswagen Tharu - Tarek - Salão de Guangzhou (China)

Tarek elétrico

De acordo com as informações apuradas, o Tharu EV irá manter basicamente o design da versão atual a combustão e sofrerá apenas atualizações pontuais. Entre as modificações, podemos destacar a grade frontal que agora é fechada conta com uma faixa cromada na parte central. Na traseira, a novidade é o emblema "e-THARU" estampado na tampa do porta-malas para destacar o novo status energético.

VW e-Tharu (China)

Poucos detalhes técnicos foram revelados, a não ser que a nova variante do SUV contará com um motor elétrico de 136 kW (184 cv). A bateria será de íons de lítio, mas a capacidade de carga e a autonomia com uma única carga ainda são desconhecidos.

VW e-Tharu (China)

Estreia no Brasil

Flagrado em testes diversas vezes no país, o SUV do projeto Tarek sofreu atrasos e não chegará ao Brasil na data prevista. Até então, a Volkswagen planejava apresentar a versão de produção no final deste ano com as primeiras entregas acontecendo no 2021. Agora, por conta da paralisação da fábrica de Pacheco (Argentina) devido à pandemia, o calendário foi alterado e o modelo segue sem data oficial de estreia.

Medindo 4,45 metros de comprimento e 2,68 m de entre-eixos, o Tarek será equipado com o mesmo conjunto mecânico do T-Cross Highline: motor 1.4 TSI (150 cv e 25,5 kgfm) ligado ao câmbio automático de 6 marchas, sempre com tração dianteira.

Posicionado abaixo do Tiguan e acima do T-Cross, ele irá concorrer principalmente com as versões mais acessíveis do Jeep Compass, atual líder do segmento.

Fonte: Autohome

Galeria: Flagra: VW Tarek no Brasil