O carro chefe da marca chinesa começa a chegar às ruas

  • Xpeng Motors começa a vender seu sedã elétrico rival do Tesla Model 3
  • Modelo já recebeu mais de 15 mil encomendas até o momento
  • Versão de desempenho com tração integral faz de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos

Xpeng Motors, um dos mais ousados concorrentes chineses da Tesla, iniciou as entregas aos clientes do seu carro chefe, o sedã elétrico P7. Com estilo de apelo mais esportivo e ampla autonomia, este é o segundo lançamento da marca, que também vende o SUV compacto G3 desde 2018.

O P7 significa muito mais para o Xpeng do que simplesmente adicionar um novo veículo à gama. Isso porque o P7 está sendo fabricado na nova fábrica de última geração da Xpeng com capacidade para produzir 100 mil unidades de quatro modelos diferentes, em Zhaoqing. Por outro lado, o G3 é produzido para a Xpeng pela parceira Haima Automobile, uma subsidiária da montadora estatal FAW.  

Galeria: Xpeng P7

Essas parcerias ocorrem com frequência porque é muito complicado para as novas marcas automotivas conseguirem uma licença para fabricar seus próprios carros. O fato de a Xpeng, uma startup de veículos elétricos com apenas dois anos no mercado automotivo conseguir a própria licença de fabricação, é um bom presságio para a marca. 

O Xpeng P7 é o carro elétrico de maior autonomia fabricado na China atualmente, superando o Tesla Model 3 de longo alcance em 38 km. O P7 está homologado pelo ciclo NEDC para 706 km, enquanto o Tesla é classificado oficialmente em 668 km pelo Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China (MIIT). 

Xpeng P7 - 28

O P7 está disponível nas configurações de tração traseira e tração nas quatro rodas. O modelo com tração nas quatro rodas é a versão de alto desempenho. Além do motor traseiro de 263 cv de potência, está versão adiciona um motor dianteiro de 161 cv. Isso é o bastante para reduzir o tempo de aceleração de 0 a 100 km/h de 6,7 segundos do modelo RWD para 4,3 segundos na versão de desempenho AWD.

A Xpeng recebeu 15.000 pré-encomendas para o P7. É importante observar que nem todas os pedidos são definitivos, os clientes ainda terão a oportunidade de testar o sedã e decidir se desejam continuar com a compra ou cancelar o pedido. Ainda assim, o P7 parece ter um futuro promissor na China, devido à combinação de ampla autonomia, desempenho, recursos tecnológicos de assistência e preço competitivo. 

Xpeng P7 - 31

 

A bateria ultrafina de 81 kWh da CATL tem apenas 110 mm de altura e uma densidade de energia de 170 Wh/kg. O P7 também é o primeiro carro de produção a ser suprido pelo sistema DRIVE Xavier da NVIDIA, que é cerca de 12 vezes mais poderoso que os chips da maioria dos carros hoje. 

A Xpeng recebeu uma autorização para testes de rodagem do P7 nos EUA, e o InsideEVs pretende ter um primeiro contato com o sedã elétrico quando isso for possível. Estamos curiosos para ver se o P7 faz jus a fama que tem recebido. Oficialmente, a marca chinesa diz que não tem planos de levar o P7 para os EUA, mas isso pode sempre mudar. 

Galeria: Xpeng Motors - fábrica na China