Nova geração chega ao país simultaneamente com propulsão elétrica e a combustão

  • Peugeot 208 elétrico estreia junto às demais versões
  • 208 e-GT será importado da Europa enquanto as demais versões vêm da Argentina

Poucos dias após o flagra durante a gravação de um comercial no sul do país, a PSA confirmou que o novo Peugeot 208 será lançado no Brasil em setembro. Um dos destaques da nova geração é que a versão elétrica, batizada como 208 e-GT, será lançada junto com as versões convencionais.  

Eleito o carro do ano na Europa, o novo Peugeot 208 será lançado no país nas versões: Allure, Grife e GT-Line, todas equipadas com o conhecido motor 1.6 16V flex - o 1.2 turbo ficou de fora por enquanto. A versão elétrica chamada de e-208 na Europa recebe a nomenclatura 208 e-GT para o mercado brasileiro. 

Galeria: Avaliação: Peugeot e-208

A Peugeot anunciou ainda que novo 208 será equipado com um amplo pacote de segurança com sistema de assistência à condução (ADAS). Outra novidade desta nova geração é a evolução do i-Cockpit, que é composto pelo um painel digital 3D com cinco modos de visualização e tecnologia holográfica. O conceito também se destaca por características como volante compacto e painel de instrumentos em posição elevada.

Peugeot e-208 2019

O trem de força do Peugeot 208 elétrico é composto pelo motor elétrico de 136 cv de potência 26,5 kgfm de torque montado na dianteira. O conjunto garante aceleração de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos e velocidade máxima (limitada) de 150 km/h. 

Baseada na plataforma e-CMP, esta variante usa uma bateria de íon de lítio de 50 kWh que garante autonomia de 340 km com uma única carga pelo padrão WLTP. O tempo de carregamento varia de um máximo de 16 horas, por meio de um soquete normal, até um mínimo de 30 minutos para atingir 80% de autonomia em uma estação de 100 kW.

Com a nova geração o Peugeot 208 passa a ser produzido na Argentina e não mais em Porto Real (RJ). Já a versão elétrica virá importada da França como 208 e-GT.