Sedã compacto ganha trem de força híbrido de 109 cv.

Aguardado em diversos mercados globais, o Honda City híbrido foi revelado para a imprensa da Malásia nesta segunda-feira (24) conforme nos relata o site local Paultan.org. A nova opção de propulsão trata-se do principal lançamento da marca no país neste ano e começa a ser vendida até o último trimestre de 2020.

Assim como a versão híbrida do Honda Fit, a nova variante do sedã compacto terá a sigla e: HEV, a nova nomenclatura global da Honda para veículos híbridos. O sistema batizado Intelligent Multi-Mode Drive (i-MMD) é composto por dois motores elétricos que trabalham em conjunto com um propulsor a gasolina 1.5 i-VTEC de 98 cv e 12,9 kgfm de torque, onde o motor a combustão funciona como um gerador para a unidade elétrica integrada.

Galeria: Honda City 2021 (Teste Tailândia)

Nesse caso, é o motor elétrico que será responsável por fazer a maior parte do trabalho para impulsionar o carro. O sistema híbrido chamado de i-MMD terá um total de 109 cv e 25,8 kgfm de torque, com uma vantagem extra: graças ao motor elétrico ele estará disponível em toda a faixa de rotação, como em um carro elétrico a bateria. 

Um conjunto que no Fit híbrido é suficiente para fazer o carro acelerar de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos e alcançar a velocidade máxima de 175 km/h. Com três modos de condução (EV, Hybrid e Engine), o monovolume tem consumo médio declarado é de 22,2 km/l.  

Outro ponto interessante é que a Honda está lançando a propulsão híbrida com a variante topo de gama RS, o que mostra a importância que a marca japonesa vai dar para a eletrificação a partir de agora. No entanto, continuarão disponíveis outras versões equipadas com o conhecido motor a gasolina 1.5 i-VTEC.

Também merece destaque a primazia do Honda City vendido na Malásia, que será equipado com freios a disco nas quatro rodas e também com o pacote de assistência Honda Sensing, embora ainda não tenha sido divulgado quais itens estarão disponíveis para o sedã compacto. No Honda Fit (Jazz) vendido em alguns mercados o pacote inclui frenagem de emergência autônoma, controle de cruzeiro adaptativo e assistência permanência em faixa. 

Mais detalhes sobre especificações e preços devem ser revelados em breve pela Honda, conforme a data de lançamento se aproximar. Enquanto isso, o Brasil aguarda a chegada do Novo Honda City para 2021, juntamente com a inédita variante hatchback - ambos devem ser equipados com o novo motor 1.0 turbo flex de até 130 cv de potência. No entanto, ainda não se sabe sobre a data de chegada desta versão híbrida.  

Fonte: Paultan.org