Audi empresta 400 funcionários para a Porsche aumentar a produção do elétrico Taycan

Recém-lançado no Brasil, com início de pré-vendas no país neste mês, o Porsche Taycan realmente esta fazendo mais sucesso do que o esperado pela empresa. De acordo com a publicação alemã Automobilwoche, a demanda pelo esportivo elétrico tem sido tão grande que a marca teve que recorrer à ajuda da Audi

Segundo a fonte citada pela matéria, aparentemente um porta-voz da Audi, o reforço da empresa consiste no envio de 400 funcionários de Neckarsulm que serão transferidos para Zuffenhausen por dois anos para ajudar na linha de produção elétrico Taycan. Os primeiros funcionários chegaram em junho e nos próximos meses os restantes deverão se integrar à equipe. 

Galeria: Avaliação: Porsche Taycan 4S

A produção do Porsche Taycan começou há cerca de um ano, mas havia muitas pré-encomendas, o que tornou mais difícil equilibrar a produção com o total de pedidos pelo esportivo elétrico. Teoricamente, a capacidade produção prevista era de 40.000 unidades por ano e foram contratados 500 funcionários a mais que o planejado inicialmente. "Atualmente, estamos produzindo mais de 150 taycans por dia", disse um porta-voz da Porsche, que acrescentou: "Ainda estamos na fase de crescimento".

A crise causada pela pandemia e a alta demanda pela Taycan acabaram afetando o cronograma de lançamento da perua elétrica Taycan Cross Turismo. Inicialmente previsto para este ano, o segundo modelo da linha Taycan teve o lançamento adiado para 2021, segundo o chefão da Porsche, Oliver Blume, em entrevista à Bloomberg.

Fonte: Electrive