Esportivo elétrico assumiu a liderança na preferência dos clientes da marca alemã em agosto

Em agosto, o Porsche Taycan teve início de pré-vendas no Brasil. No mesmo mês, o esportivo elétrico da marca alemã assumia a liderança na preferência dos clientes da Porsche como o carro mais vendido da marca na Europa - o que é um feito e tanto para um estreante e ainda por cima com propulsão elétrica. 

De certa forma, nós já sabíamos que o Taycan vinha fazendo bastante sucesso, até mesmo superando as previsões iniciais da Porsche com um número recorde de pedidos. A procura foi tão grande que a marca teve que recorrer à "irmã" Audi para ajudar com a produção do seu modelo mais recente. 

Galeria: Avaliação: Porsche Taycan Turbo S 2020

Teoricamente, a capacidade produção prevista era de 40.000 unidades por ano e foram contratados 500 funcionários a mais que o planejado inicialmente. "Atualmente, estamos produzindo mais de 150 Taycans por dia", disse um porta-voz da Porsche, que acrescentou: "Ainda estamos na fase de crescimento".

porsche-taycan

Mas voltando à questão das vendas, o Taycan alcançou a marca de 1.183 unidades comercializadas na Europa em agosto, ficando acima do 911, com 1.097 unidades, e do Cayenne, com 771 emplacamentos - este perdendo espaço para o Cayenne Coupe, que tem visto um crescimento expressivo nas vendas da linha. 

No entanto, o que realmente chamou a atenção foi a queda nas vendas do seu equivalente a combustão, o Porsche Panamera. O modelo que quebrou paradigmas na marca alemã viu seus emplacamentos caírem 71% na comparação com agosto de 2019 - foram apenas 278 unidades vendidas no mês passado. 

Rapidamente quebrando paradigmas, os carros elétricos de luxo estão definitivamente caindo no gosto dos consumidores e a tendência é de crescimento constante com a oferta de mais modelos e versões no futuro. A aguardada perua elétrica Porsche Taycan Cross Turismo deve impulsionar ainda mais as vendas da linha elétrica da marca alemã. É esperar para ver.