Marca coreana convocou 25.564 unidades do SUV elétrico para reparar defeito de fabricação

Desde que um Hyundai Kona elétrico pegou fogo no Canadá no final de julho de 2019, ficou no ar um questionamento sobre quais seriam as reais causas do incidente. Em junho deste ano, outro incêndio, desta vez na Coreia do Sul, se seguiu à primeira ocorrência, o que fez a Hyundai e a LG Energy Solution discutirem o assunto, levando a montadora a anunciar que fará um recall voluntário de 25.564 unidades da Kona Electric na Coréia do Sul.

De acordo com o site TheElec, na matéria divulgada em 7 de outubro, 96.053 unidades da Kona Electric foram vendidas mundialmente apenas em 2019. O recall na Coreia do Sul inclui veículos produzidos de setembro de 2017 a março de 2020. Em outras palavras, provavelmente iremos ouvir sobre esse recall em todo o mundo muito em breve. 

Galeria: Hyundai Kona Electric - recall

O Automotive News relata que um defeito de fabricação pode causar um curto-circuito que pode levar a incêndios. Tanto esta publicação quanto o TheElec mencionam que houve 13 casos de incêndio relacionados ao Kona EV: 11 na Coréia do Sul e 2 no exterior. Além do incêndio no Canadá, houve outro na Áustria. 

A Hyundai Motor e a LG Energy Solution teriam discutido o assunto e decidido dividir os custos do recall, que incluirão uma atualização de software e substituição de baterias. As baterias provavelmente só serão substituídas se houver algum sinal de que estejam com defeito.

Parece que as duas empresas coreanas conseguiram descobrir exatamente o que está causando os incêndios. O Automotive News disse que o fabricante coreano de baterias tentou reproduzir o problema em seus laboratórios e não conseguiu determinar a causa. Independentemente disso, eles decidiram inspecionar e, eventualmente, reparar todos os carros mencionados.

Não há menção de recalls em outras partes do mundo, mas acreditamos que são inevitáveis e acabarão ocorrendo. Entraremos em contato com a Hyundai para saber mais sobre seus planos para outros mercados, como Europa e Estados Unidos.

Galeria: Hyundai Kona Electric 2019