Ford descontinuou as versões somente a gasolina após o Hybrid alcançar 2/3 de participação nas vendas

Descontinuado no Brasil há mais de um ano e meio, o Ford Fusion segue sua trajetória normalmente na Europa, onde é vendido como Ford Mondeo. Aliás, sua versão híbrida, inicialmente apenas uma opção a mais na linha, passou a fazer tanto sucesso que a Ford decidiu descontinuar as versões exclusivamente a gasolina por lá.  

Em comunicado divulgado nesta semana, a Ford anuncia que o Mondeo Hybrid agora é responsável por 100% da produção dos modelos a gasolina. O objetivo é levar a eletrificação e uma maior economia de combustível àqueles que não possuem um ponto de carregamento disponível em casa ou no trabalho (caso dos modelos híbridos plug-in).

Galeria: Ford Mondeo Hybrid

Por outro lado, também há de se considerar a aproximação do início de 2021, quando o novo pacote de regras antipoluição ficará bem mais rigoroso na Europa, obrigando as montadoras a cada vez mais baixarem as emissões médias de CO2 suas frotas para não serem multadas.  

A partir de agora, a única alternativa para quem não quiser levar para casa o modelo com propulsão híbrida, é optar por ambas as variantes do Mondeo equipadas com o motor 2.0 litros EcoBlue diesel. 

Sucesso de vendas

Com aumento superior a 25% na participação das vendas entre todas as versões, na comparação com o mesmo período de 2019, o Mondeo Hybrid chegou a representar nos principais mercados 2/3 de todos os modelos vendidos na linha, o que motivou a Ford a descontinuar as demais versões e apostar somente na variante com motor a gasolina e elétrico. 

Ford Mondeo Hybrid - sedã

No ano passado, a Ford expandiu a linha do Mondeo Hybrid para incluir a bela versão perua e variantes do Mondeo Hybrid ST-Line com um estilo esportivo inspirado na Ford Performance, além das versões Titanium e Vignale. 

"A mudança para 100% da produção totalmente híbrida de nossa linha de motores a gasolina Mondeo é outro grande passo em frente na jornada de eletrificação da Ford”, disse Roelant de Waard, vice-presidente de Marketing, Vendas e Serviços da Ford Europa. “Para os clientes que conduzem menos de 20.000 km por ano, o nosso Mondeo Hybrid é uma escolha inteligente, oferecendo um negócio ainda melhor do que o diesel e energia elétrica sem carregamento ou ansiedade de autonomia."  

O Ford Mondeo Hybrid é movido por um motor a gasolina de ciclo Atkinson de 2.0 litros associado a um motor elétrico e uma bateria de 1,4 kWh para uma potência total de 187 cv. Uma transmissão automática que simula a performance de um câmbio CVT equipa todos os modelos - o consumo médio declarado é de 17,8 km/l. 

Fonte: Ford