Até mesmo o novo logotipo da empresa reflete suas ambições de eletrificação

Em breve, a Kia terá um novo logotipo. Se você prestar atenção, as letras do novo logo até se parecem com uma corrente elétrica. De acordo com o que o novo chefe global da Kia disse à Automotive News, é exatamente aí onde o Plano S pretende levar a montadora coreana. O S aqui significa Shift: uma grande mudança para a mobilidade elétrica.

Para chegar lá, Ho Sung Song disse que a empresa investirá US$ 25 bilhões até 2025 na produção do que ele chamou de PBVs - ou veículos específicos - e carros elétricos. Esses PBVs são robotaxis e veículos de entrega autônomos. Para dar uma dimensão melhor disso tudo, a Tesla anunciou recentemente que iria investir US$ 12 bilhões até 2022, ou US$ 6 bilhões por ano. A Kia vai investir US$ 5 bilhões por ano.

Marca registrada do novo logotipo Kia

Embora a tecnologia de veículos autônomos não esteja nem perto da produção, a Kia vai investir na ampliação de sua oferta de carros elétricos. A empresa planeja oferecer 11 veículos eletrificados até 2025 - incluindo híbridos plug-in - e 7 modelos 100% elétricos até 2027.

De acordo com a Kia, a paridade de preços será alcançada até 2025 se você incluir o custo total de propriedade nos cálculos, mas outras empresas discordam. O banco de investimento UBS disse recentemente que a paridade de custos de produção pode chegar até 2024, o que só torna a mudança da Kia ainda mais inteligente. Esse relatório também menciona que apenas uma estratégia totalmente focada em veículos elétricos tornará as empresas competitivas.

Galeria: Kia Imagine Concept

Mencionando um "novo paradigma da indústria", Song disse que precisa mudar "nosso negócio para o futuro". Isso significa vender 500.000 carros elétricos a bateria até 2026 construídos sobre a base E-GMP (Plataforma Modular Elétrica Global) além de 500.000 híbridos plug-in e híbridos. Isso levará a Kia a ter 20% de suas vendas globais exclusivamente em veículos elétricos em 2025 e 25% em 2029.

A Hyundai - que controla a Kia e compartilha a arquitetura E-GMP com ela - planeja vender 560.000 100% elétricos até 2025, mas o chefe global da Kia disse que a empresa teria uma abordagem mais agressiva. Embora sua participação no mercado de elétricos fosse de apenas 3,1 por cento em 2019, eles pretendem atingir 6,6 em 2025. 

A empresa coreana também deseja aumentar suas margens de lucro operacional para 6% até então, o que seria uma grande melhoria em relação aos atuais 2,3%. Além de torná-la mais limpa, os elétricos também podem aumentar o mercado da Kia. E ainda há quem acredite que os carros elétricos não dão lucros...

Galeria: Kia Habaniro Concept