Carros híbridos permanecerão no mercado até 2035

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou oficialmente a proibição das vendas de carros novos movidos a gasolina e a diesel a partir de 2030, informou a agência Reuters. Isso representa uma antecipação de 10 anos em relação ao plano original.

Ainda não há previsão para banir a circulação dos carros antigos com motores de combustão interna, mas sua frota não será mais renovada. Exceções serão feitas apenas para carros com propulsão híbrida: eles permanecerão à venda no Reino Unido até 2035.

Galeria: Volkswagen ID.3 primeiras entregas no Reino Unido

A proibição total de veículos a gasolina e a diesel deve entrar em vigor em 2050. A questão não é nem o fato de que os cidadãos sejam proibidos de dirigir carros com motores de combustão interna, mas sim que o país irá proibir a venda de qualquer combustível fóssil. Todas as termelétricas também serão fechadas, e o aquecimento das casas será exclusivamente elétrico.

Na primeira fase, o investimento do governo no programa será de £ 12 bilhões (US$ 16 bilhões). Esse dinheiro irá não só para o desenvolvimento da infraestrutura de carregamento, mas também para modernizar todo o sistema de energia. Cerca de meio bilhão será alocado em doações para o desenvolvimento e produção de veículos elétricos e baterias.

O restante dos países desenvolvidos também está considerando medidas semelhantes. Então, as autoridades chinesas falaram sobre 2030 antes. Nos Estados Unidos, cada estado tomará sua própria decisão. Por exemplo, a Califórnia planeja proibir a venda de carros a gasolina a partir de 2035.

Muito provavelmente, porém, a Noruega será o primeiro país onde as vendas de carros com motores de combustão interna serão reduzidas a zero. Em setembro, os veículos elétricos já ocupavam 61% do mercado por lá e, considerando os híbridos recarregáveis, 80%. Até 2025, o país espera o desaparecimento total da demanda por veículos a gasolina e diesel, embora ainda não tenha sido tomada nenhuma decisão para proibir as vendas.

Galeria: Nissan - placas de veículos verdes