Foco na União Europeia atrasou a estreia do SUV elétrico no mercado norte-americano

De acordo com a matéria publicada pelo site Automotive News, o lançamento do Volkswagen ID.4 no mercado dos Estados Unidos sofrerá um ligeiro atraso, do final de dezembro de 2020 para o primeiro trimestre de 2021.

E há uma razão simples para isso - a Volkswagen tem que se concentrar no mercado europeu, para vender o máximo possível de carros elétricos, para reduzir o número médio de emissões de CO2 da frota do Grupo Volkswagen (de carros novos em 2020) tanto quanto possível.

Galeria: Volkswagen ID.4 - imagens oficiais

No início deste ano, a empresa firmou um acordo de pooling (contrato pelo qual as empresas que não atingem a meta compram créditos das montadoras com 'sobra') de CO2 com a MG da SAIC, mas provavelmente não será suficiente para cumprir a meta exigida, portanto, cada veículo elétrico pronto para o mercado na União Europeia agora é importante para reduzir a multa.

Do ponto de vista corporativo, com certeza parece mais razoável do que ter algumas centenas de ID.4 em um barco e comemorar a entrega de alguns deles nas últimas semanas do ano. De qualquer forma, as primeiras entregas aos clientes do Volkswagen ID.4 nos EUA agora estão previstas para o primeiro trimestre de 2021, por meio de um lançamento nacional. O nível de vendas esperado é de mais de 20.000 unidades em 2021.

Volkswagen ID.4, fotos oficiais

Bem, se tivéssemos que encontrar o principal culpado disse tudo, diríamos que o lançamento lento do ID.3, incluindo meses de espera pela versão do software que seria boa o suficiente para o lançamento (mesmo que não finalizada). Isso quebrou o planejamento e a Volkswagen foi forçada a vender o e-Golf com um desconto para aumentar o volume de elétricos. 

Outras montadoras também estão passando por problemas com a meta de emissões da União Europeia. Por exemplo, a Ford com o recall do Ford Kuga PHEV foi forçada a entrar em um acordo de pooling de CO2 com a Volvo/Polestar.