NIO se tornou a maior empresa automotiva da China em valor de mercado, globalmente ficando atrás de Tesla, Toyota e Volkswagen

Enquanto comemora recordes de vendas mês após a mês, a chinesa NIO também vê o seu valor de mercado disparar. Em um começo de semana na bolsa de valores extremamente favorável para as empresas de mobilidade elétrica, a startup de carros elétricos teve 12,45% de valorização de suas ações. 

Com isto, a NIO agora tem um valor de mercado de US$ 75,44 bilhões, ocupando a primeira posição entre as montadoras na China e subindo para o quarto lugar no mundo por esse indicador, perdendo apenas para a Tesla, Toyota e Volkswagen. Um valor que a deixa à frente de gigantes automotivos mundiais como a GM, BMW, Ford e Honda, entre outros. 

Galeria: NIO EC6 - Chengdu Auto Show

Apesar dos recordes sucessivos de vendas, a NIO ainda vende poucos carros em comparação com outras montadoras. No terceiro trimestre, a empresa vendeu apenas 12,2 mil carros, enquanto Volkswagen e Toyota emplacaram milhões de unidades cada. Mas os investidores consideram mais importante o fato de que a Volkswagen e a Toyota estejam vendo uma queda nas vendas, enquanto as vendas da NIO aumentaram 154% em comparação com o mesmo período do ano passado - a ofensiva elétrica está só começando e ainda há muito o que crescer. 

Em um outro exemplo, as ações da Xpeng, outra startup chinesa de sucesso, o crescimento foi ainda maior: as ações subiram 33,92%, posicionando a empresa como a décima do ramo automobilístico global com maior valor de mercado, desbancando a japonesa Honda do Top 10. Isso sem falar na Tesla, que se tornou a primeira empresa do ramo no mundo a ultrapassar o valor de mercado de US$ 500 bilhões

Galeria: NIO ES6