Marca iniciou projeto piloto com uma Wallbox DC bidirecional capaz de atingir 22 kW de potência

A recarga de carros elétricos divide-se essencialmente em duas grandes categorias: a de corrente alternada, quando você se conecta à casa ou a colunas de baixa potência, e a de corrente contínua, fornecida por estações rápidas ou ultrarrápidas.

A Volkswagen oferece hoje a primeira Wallbox de corrente contínua, capaz de carregar até 22 kW com um sistema adequado. Isso é o dobro da velocidade em comparação com os carregadores disponíveis atualmente no mercado (que atingem um máximo de 11 kW em corrente alternada) e que é igual à maioria das estações em corrente alternada.

A empresa alemã iniciou este projeto piloto para avaliar as vantagens de uma wallbox de corrente contínua. Inicialmente serão 20 Wallboxes que darão indicações sobre como melhorar a tecnologia com vista a iniciar a produção em série no futuro. Eles estão instalados em 5 locais do grupo: Wolfsburg, Braunschweig, Hannover, Salzgitter e Kassel.

Volkswagen: caixa de embutir de corrente direta

As vantagens desta tecnologia são principalmente duas:

  • contornar o gargalo criado por carregadores de bordo, que transformam a corrente alternada em corrente contínua para poder carregar as baterias,
  • ultrapassar o limite de potência, chegando, no futuro, a fornecer eletricidade em velocidades ainda maiores.

Pronto para o V2G

A inovadora Wallbox DC projetada pela Volkswagen já é compatível com a tecnologia Vehicle-to-Grid: ou seja, além de fornecer energia, é capaz de recuperá-la do carro e alimentar a rede elétrica, se necessário.

Não é a primeira vez que a Volkswagen tenta soluções alternativas de tarifação. Impulsionada pela crença de que conforme aumenta o número de carros elétricos em circulação, mais e mais alternativas serão necessárias para uma carga completa de eletricidade. Por exemplo, ela começou a testar colunas de robôs, capazes de se mover de forma independente, ou móveis equipados com baterias internas. Tudo isso ao lado dos testes de "recarga extrema" a que submete seus veículos elétricos.