Marca alemã cancela projetos por conta de encerramento da parceria para o seu desenvolvimento

Uma versão de produção do Volkswagen ID. Buggy sempre pareceu algo um tanto duvidoso porque era um produto de nicho. Agora, o CEO da VW, Brandstätter, confirmou que o desenvolvimento do modelo robusto não estava dando certo. "Não, não vamos fazer este carro. Tínhamos um parceiro, mas no final não deu certo", disse Brandstätter à Autocar. 

O conceito ID Buggy estreou em março de 2019 no Salão Automóvel de Genebra. Sua forma retrô usava sugestões de estilo dos carros kit Meyers Manx baseados no VW Fusca que estreavam na década de 1960.

Galeria: Volkswagen I.D. Buggy at the Concours d’Elegance

O conceito Buggy estava equipado com dois motores elétricos (um alimentando cada eixo), totalizando 202 cv (149 kW) e 35,6 kgfm de torque. Uma bateria de íon de lítio de 62 kWh fornecia uma autonomia estimada de 249 quilômetros.

A Volkswagen pretendia uma parceria com a empresa alemã e.Go Mobile para construir o Buggy como um veículo de nicho de baixo volume. No entanto, a e.Go Mobile entrou em falência, o que encerrou os planos para a colaboração. Quando o projeto morreu, a VW começou a planejar um crossover elétrico mais convencional, mas ainda voltado para o off-road. Ele foi provisoriamente chamado de Ruggedzz, e a empresa estava planejando um lançamento em 2023. Agora, os executivos também rejeitaram esse empreendimento.

"Colocamos na gaveta", disse Brandstätter à Autocar. "Isso não quer dizer que não será construído, mas não acho que você verá em breve. Temos projetos mais importantes em execução."

Se você quer um elétrico peculiar da Volkswagen, ainda há a versão de produção do ID Buzz que deve ficar pronta em 2022. Com um estilo retro inspirado nas duas primeiras gerações da Kombi, não se parece em nada com os próximos modelos elétricos da marca que compartilham uma aparência mais futurista. O modelo é "um carro de fidelização para a marca", de acordo com Brandstätter falando à Autocar.