A startup indiana Blacksmith Electric acaba de lançar seu novo modelo B4 com bateria removível

Enquanto as grandes marcas seguem devagar em termos de eletrificação em duas rodas, pequenas startups, como a indiana Blacksmith Electric, continuam apresentando novidades interessantes nesse mercado que tem demanda cada vez maior, principalmente nos grandes centros.

O modelo da startup sediada em Chennai, na Índia, é o scooter elétrico B4, que tem estilo retrô/moderno fortemente inspirado no modelo B3, apresentado no fim de 2019. Esse scooter, por sua vez, foi em grande parte baseado na impressionante motocicleta elétrica cruiser B2, revelada pela Blacksmith em meados de 2019.

Galeria: Blacksmith B4

Inicialmente previsto para 2020, o B4, assim como diversos produtos do segmento, teve o lançamento adiado por conta da pandemia. Mas agora, a Blacksmith diz estar pronta para finalmente lançar suas novidades em 2021 - e eles estão apostando nos segmentos de maior demanda, fazendo pré-encomendas do novo B4 e sua versão para entregas, o B4+. 

Em termos de especificações, o scooter elétrico indiano tem capacidade para 200 kg e é impulsionado por um motor elétrico de 5 kW que permite atingir a velocidade máxima de 120 km/h (pode ser limitada eletronicamente a 60 km/h). Curiosamente a empresa não divulgou a capacidade da bateria, que pode ser removida (patente exclusiva na Índia), promete autonomia de 120 km com uma carga e pode ser recarregada em quatro horas. 

O preço do scooter elétrico ainda não foi divulgado, mas a imprensa indiana afirma que os modelos B2, de maior porte, foram programados para atuar na faixa de US$ 4.000 - US$ 5.000 (R$ 21.200 - R$ 26.400), então o B4 provavelmente deve custar um pouco abaixo disso.