Maior economia do Oriente Médio quer construir uma fábrica da norte-americana Lucid Motors

Quando a Lucid Motors apresentou o seu primeiro carro elétrico há alguns meses, o sedã Air, conseguiu chamar a atenção de todos com sua proposta de alto desempenho e ampla autonomia de 832 km pelo rigoroso ciclo norte-americano EPA. Isso também atraiu diversos investidores que aplicaram recursos na startup norte-americana que promete brigar com marcas já estabelecidas como a Tesla.

Com o início da produção programado para este ano na nova fábrica em Casa Blanca, Arizona, a Lucid Motors também recebeu um generoso aporte de recursos de US$ 1 bilhão de um fundo de investimento soberano da Arábia Saudita. Esse capital foi fundamental para a construção da fábrica da startup nos Estados Unidos.  

Galeria: Lucid Air

No entanto, a imprensa internacional relata que a contrapartida seria construir também uma fábrica de carros elétricos na Arábia Saudita.

"A Lucid arrecadou mais de US$ 1 bilhão em 2018, um investimento que estava condicionado à criação de uma fábrica pela empresa na Arábia Saudita", diz a matéria publicada pela Bloomberg.

"A Lucid está em negociações com o fundo soberano da Arábia Saudita para construir uma fábrica de veículos elétricos perto da cidade de Jeddah, no Mar Vermelho." 

Cidade do futuro

Trata-se de um fundo soberano de US$ 360 bilhões, que de acordo com uma fonte ligada à família real, estaria disposto a aplicar ainda mais recursos na empresa de carros elétricos e trazê-la para o ambicioso projeto King Abdullah Economic City.

A King Abdullah Economic City é uma metrópole construída do zero de acordo com as diretrizes de uma cidade inteligente e está situada às margens do Mar Vermelho. Fruto de um investimento de US$ 207 bilhões, a localidade também terá um enorme distrito industrial em uma área de 63 km2 que empregará 330.000 mil pessoas. 

Lucid Air interior

Além do petróleo

Maior economia do Oriente Médio e maior exportador mundial de petróleo, a Arábia Saudita tem se esforçado para diversificar seus negócios. O reino tem colocado em prática um ambicioso programa de longo prazo para se tornar cada vez menos dependente do que tem sido a sua principal fonte de receita nas últimas décadas.

Galeria: Lucid Motors - fábrica no Arizona