Marca norte-americana lançou uma nova campanha para destacar seu futuro 'zero emissões'

Já faz um tempo que a General Motors vem anunciando que o seu futuro será zero emissões. Após realizar grandes investimentos e apresentar novidades tecnológicas relacionadas principalmente à eletrificação, a gigante norte-americana promete uma nova filosofia, voltado para um futuro limpo, seguro e mais conectado. 

Para deixar isso mais claro, a marca está lançando uma nova campanha com o slogan "EVerybody In" (Todos dentro), com destaque, é claro, para as duas primeiras letras: EV (Electric Vehicle). Junto, há um vídeo de divulgação dessa nova linguagem e proposta que traz ainda uma grande novidade: o novo logotipo. Trata-se de uma mudança representativa, uma vez que ao longo dos 115 anos da marca, a GM só mudou 5 vezes o sua identificação. E como você pode ver na imagem abaixo, a mudança também não foi sutil. 

Galeria: Novo logo da GM

As letras agora são minúsculas, usando uma fonte projetada internamente, juntamente com o restante do design. A borda também foi suavizada, com curvas substituindo ângulos de 90 graus que deixam implícitos alguns sinais de eletrificação. A outra mudança é o clareamento da cor azul, que sugere céus mais limpos.

external_image

Símbolos e campanhas à parte, o fato é que a GM tem um ambicioso plano de eletrificação onde pretende investir até 2025 nada menos que US$ 27 bilhões no desenvolvimento de carros elétricos e autônomos, além de tecnologias afins e soluções para a infraestrutura da mobilidade elétrica.

A empresa norte-americana diz que está virando uma página de sua história e caminhando rumo à eletrificação e para isso promete lançar 30 novos modelos eletrificados nos próximos cinco anos, o que não será uma tarefa fácil.

Vale lembrar que por enquanto apenas o Chevrolet Bolt representa a gama de carros limpos da empresa, mas em breve terá a companhia do Bolt EUV (versão crossover), além dos elogiados GMC Hummer EV e Cadillac Lyriq, que começarão a marcar presença entre 2021 e 2022, respectivamente.