Marca alemã conseguiu emplacar 134.000 carros 100% elétricos no ano passado

Assim como a maioria das grandes montadoras, Volkswagen foi significativamente afetada pelos vários desafios em 2020, o que resultou em uma queda de 15% nas vendas de automóveis de passageiros na comparação ano a ano para um total de 5.328.000 unidades no mundo inteiro. No entanto, o segmento de carros eletrificados, em particular, está crescendo de forma consistente!

O fabricante alemão divulgou seus resultados e relatou que triplicou as vendas de carros totalmente elétricos para 134.000, e mais do que dobrou as vendas de carros híbridos plug-in para 78.000. No total, mais de 212.000 carros eletrificados (plug-in) foram entregues em 2020 (um aumento de 158% na comparação ano a ano).

Galeria: Volkswagen ID.3 (2020) - impressões ao dirigir

É um resultado impressionante e também vale registrar que 2,5% das vendas de automóveis Volkswagen são de modelos totalmente elétricos. Com os híbridos plug-in (1,5%), a participação salta para quase 4,0%.

  • 100% elétricos: cerca de 134.000 (aumento de 197% ano a ano) e 2,5% do volume total
  • híbridos plug-in: cerca de 78.000 (aumento de 111% ano a ano) e 1,5% do volume total
  • Total: mais de 212.000 (aumento de 158% ano a ano) e 4,0% do volume total

Ao longo do ano, a Volkswagen lançou nove novos modelos híbridos plug-in no mercado. Junto com os híbridos convencionais (não plug-in), as vendas de xEVs (elétricos, híbridos plug-in, híbridos) representaram 12,4% do volume total (ante 2,3% em 2019).

Ralf Brandstätter, CEO da Volkswagen Passenger Cars disse:

"2020 foi um ponto de inflexão para a Volkswagen e marcou um avanço na mobilidade elétrica. Estamos no bom caminho para alcançar nosso objetivo de nos tornarmos líderes de mercado em veículos elétricos a bateria. Mais do que qualquer outra empresa, defendemos a e-mobilidade atraente e acessível."

Volkswagen vendas carros elétricos

Como esperado, o carro elétrico mais importante para a Volkswagen em 2020 foi o ID.3 - o primeiro da família ID. As entregas deste modelo aos clientes começaram em setembro. Durante esses meses, a Volkswagen vendeu 56.500 unidades do modelo (incluindo 14.400 na Alemanha), enquanto o número total de pedidos em 2020 atingiu 68.800. Isso significa que o ID.3 foi responsável por mais de um quarto das vendas totais de carros eletrificados da marca alemã.

Klaus Zellmer, o membro do conselho responsável pelas vendas de automóveis de passageiros Volkswagen disse:

"Nós realmente acertamos o alvo com o ID.3. Embora tenha sido lançado apenas na segunda metade do ano, ficou quase imediatamente classificado no topo das paradas de vendas em muitos países."

A Volkswagen também destaca:

"Na verdade, o ID.3 foi o elétrico a bateria entregue com mais frequência na Finlândia, Eslovênia e Noruega em dezembro. Na Suécia, o ID.3 foi o carro mais vendido em dezembro de 2020 em números absolutos - independentemente do tipo de propulsão. Na Holanda e na Alemanha, a Volkswagen Passenger Cars conseguiu saltar para o primeiro lugar em veículos totalmente elétricos no ano de 2020 - com uma participação de 23,8 por cento no mercado de elétricos na Alemanha e 23% na Holanda. "

Volkswagen e-Golf 2017
Volkswagen e-Golf

O segundo melhor foi o Volkswagen e-Golf que acabou de se aposentar, com 41.300 unidades vendidas, enquanto o terceiro melhor foi o híbrido plug-in Volkswagen Passat GTE (cerca de 24.000).

Enquanto isso, 2021 promete ser o ano do Volkswagen ID.4, que deve ser tornar o carro elétrico da marca alemão com maior volume de vendas, graças à produção em vários locais e alta demanda. 

Vendas de automóveis de passageiros da marca Volkswagen em 2020 por mercado:

external_image