Montadora chinesa está em processo de expansão geográfica de suas atividades

A gigante chinesa BYD anunciou um acordo de longo prazo com a Nexport para fazer parceria em Pesquisa e Desenvolvimento e distribuição da próxima geração de veículos elétricos de passageiros da marca na Austrália e Nova Zelândia.

A empresa chinesa está claramente se aventurando fora da China, se expandindo suas vendas de automóveis para diversos mercados globais, já que também temos relatado o início das vendas de carros elétricos na Europa (começando na Noruega).

Galeria: BYD Tang EV

No caso da Austrália e da Nova Zelândia, a pré-venda de carros elétricos BYD começará em julho de 2021.

"Com base nesta cooperação, a BYD e a Nexport farão investimentos de engenharia e de capital para P&D de veículos elétricos. Isso combinará os pontos fortes de ambas as empresas para fornecer os produtos ideais para as necessidades dos clientes, principalmente destinados a fornecer veículos elétricos de alta qualidade em um ponto de paridade de preços para veículos com motor de combustão interna. "

De acordo com relatos da imprensa australiana, as vendas começarão no final de 2021/início de 2022. No total, são esperados quatro modelos (elétricos e / ou híbridos plug-in, todos com química de bateria LFP: Han, Song, Qin e Tang.

O interessante é que o modelo de negócios da BYD nos países da Oceania será a venda direta, sem uma rede tradicional de concessionárias. Atualmente, o mercado de carros elétricos na Austrália é menor que 1% das vendas totais de carros novos.

Acreditamos que em algum momento a América do Norte poderá se encontrar na lista de expansão global da BYD.