Em crescimento, produção do SUV elétrico no México já se aproxima das 4.000 unidades mensais

As vendas do Ford Mustang Mach-E nos Estados Unidos estão decolando. Em fevereiro, a montadora norte-americana vendeu 3.739 unidades do SUV elétrico, o primeiro número significativo depois de apenas 238 emplacamentos em janeiro e um simbólico 3 em dezembro.

As vendas totais da Ford estão em 155.856 unidades (queda de 13,6% na comparação ano a ano), o que significa que os carros totalmente elétricos são responsáveis ​​por menos de 2,4% de participação no momento.

Galeria: Ford Mustang Mach-E 2020

A boa notícia é que os relatórios da Ford registram vendas de veículos "eletrificados" de 9.267 (um aumento de 56,1% na comparação ano a ano). Esta categoria inclui híbridos, como o F-150 PowerBoost Hybrid, bem como os híbridos plug-in Escape e Explorer.

A Ford também afirmou que quase 70% dos pedidos de Mach-E são de "redes competitivas". Mais de um quinto das vendas do SUV elétrico foram realizadas no estado da Califórnia.

Imagem ao vivo do Mustang Mach-E 2021

Andrew Frick, vice-presidente de vendas da Ford nos EUA e Canadá, disse:

 "O novo F-150 PowerBoost Hybrid e o Mustang Mach-E totalmente elétrico elevaram a Ford a um novo recorde de vendas de veículos eletrificados em fevereiro. Os novos Bronco Sport e Mustang Mach-E trabalharam para entregar nossas melhores vendas de SUV da Ford no varejo em fevereiro em 20 anos. Nossos produtos mais novos mudaram o jogo no espaço de veículos elétricos e SUVs para nossos revendedores e clientes."

Em termos de produção, a Ford fabricou mais de 3.846 unidades do Mustang Mach-E em fevereiro, um pouco menos que em janeiro (4.250), o que nos leva a um total de 8.096 exemplares no acumulado do ano. O número de carros em estoque (entregues a revendedores ou em transporte, presumimos) é de cerca de 4.000 unidades. 

Nos Estados Unidos, o Mustang Mach-E está sendo vendido em cinco versões com preço inicial de US$ 43.895 (R$ 250.000). O modelo de entrada tem um motor elétrico de 270 cv e 43,8 kgfm enquanto a variante mais potente pode chegar a 464 cv e 84,6 kgfm de torque. Já a autonomia varia entre 370 km e 484 km com uma única carga, sempre pelo padrão norte-americano EPA, mais rigoroso. 

O Mustang Mach-E é o primeiro grande passo do novo plano estratégico da Ford, mais voltado para os utilitários e veículos elétricos. E como um carro global, ele é fortemente cotado para o Brasil, como a própria marca já deixou claro, embora ainda não tenha feito o anúncio oficial.  

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram