Para as unidades vendidas na Europa será necessário atualizar pela 1ª vez na oficina e as demais remotamente

A Tesla foi pioneira em atualizações online, ou Over-The-Air (OTA), o termo usado globalmente. E agora existem muitos fabricantes de automóveis aderindo a esse modalidade em seus carros. Entre eles a Volkswagen, que introduziu o novo software no ID.3 e que está gradualmente se espalhando para toda a gama. 

Porém, em relação à Volkswagen, uma coisa curiosa está acontecendo. Para ativar as atualizações remotamente em seu ID.3, os proprietários dos primeiros exemplares de carros elétricos da marca alemã devem primeiro atualizar o sistema eletrônico indo a uma concessionária.

Volkswagen ID.3 - Alemanha

O software Volkswagen já era bastante comentada muitos meses antes do lançamento do ID.3, o primeiro carro da Casa que, graças à nova plataforma e ao fornecimento de energia totalmente elétrica, deu um grande passo em termos de tecnologia da informação e eletrônica, podendo ser atualizada não só ao nível do informação e entretenimento, mas também ao nível dos assistentes de condução e gestão da transmissão.

Uma coisa que Elon Musk havia disponibilizado em seus carros desde o início, com o Model S de 2012 (o primeiro do mundo), que graças às atualizações OTA foi constantemente aprimorado, acompanhando as inovações com mais facilidade.

Volkswagen ID.3 First Edition - 6

Mas vamos voltar à questão atual. A Volkswagen emitiu o seguinte comunicado: "O Volkswagen ID.3 e ID.4 europeu (nos EUA e em outros mercados onde há apenas o segundo em que o problema não existe) agora pode receber novas versões do software, com atualizações técnicas, através da rede W-Lan ou dedicada a dispositivos móveis. A versão de software ID.2.1, que é compatível com atualizações over-the-air, está incluída em todos os carros produzidos a partir da semana 8". Traduzido: de março em diante esse problema não existe.

Isso significa que, como já foi dito, os primeiros carros produzidos ainda não possuem a versão de software compatível com os lançamentos OTA. E os donos desses carros, ao contrário do que foi relatado em dezembro passado , terão, portanto, de se deslocar a uma central da Volkswagen para receber a atualização "no local". Operação que durará pouco mais de algumas horas.

A partir de agora, a Volkswagen planeja lançar atualizações trimestralmente. Após esta primeira campanha, remotamente para todos os seus veículos conectados. 

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Galeria: Volkswagen ID.3 1ST (2020)