A fabricante norte-americana lançará 3 veículos elétricos, abrirá oficialmente uma fábrica e entrará no mercado de ações

Costumamos dizer que a Tesla está com a bola toda, mas isso também se aplica a potenciais startups de veículos elétricos. Neste momento, a Rivian parece ser o concorrente mais promissor e seus objetivos para o ano que se segue são a prova definitiva disso.

Os carros elétricos não são simples. Isso foi provado várias vezes, já que muitos fabricantes de automóveis estabelecidos lutam para se encaixar neste mercado e, por fim, lançam VEs que estão aparentemente incompletos. No entanto, parece que a Rivian está muito além de estar no caminho certo. O próximo ano para a fabricante de picapes elétricas provavelmente será histórico.

Galeria: Rivian R1T

A Rivian existe há muitos anos, embora tenha mudado de nome e adicionado e subtraído locais ao longo do caminho. Algumas pessoas criticaram o fabricante de picapes elétricas por arrastar o processo de desenvolvimento por tantos anos. No entanto, estamos confiantes de que eles prefeririam ter um veículo elétrico atraente e totalmente desenvolvido do que algo que foi levado às pressas para o mercado inacabado e cheio de problemas.

Se os planos de Rivian para 2021 funcionarem como o previsto, a marca encontrará um lugar nos livros de história ao lançar três novos veículos elétricos, fazer a estreia oficial de sua fábrica e ainda estrear no mercado de ações por conta própria.

rivian fabrica video

De acordo com um artigo recente na Bloomberg, a fábrica de Rivian não produz carros em massa há mais de seis anos. A montadora elétrica comprou a antiga fábrica da Mitsubishi em Normal, Illinois, e está trabalhando para prepará-la para a produção de elétricos. Pelo que entendemos, o local já é capaz de fabricar carros, mas não temos uma noção sólida do que mais precisa ser feito para "abrir" oficialmente a fábrica para a produção em série.

Apesar de tudo, a Rivian tem muitas coisas reservadas para o futuro. Ela vai lançar sua picape elétrica R1T, seu SUV elétrico de três fileiras R1S e sua van de entrega Amazon em alguns meses. Além disso, a empresa estava trabalhando para lançar um quarto veículo com a parceira de investimentos Ford, mas vai esperar um pouco mais. O chefe de desenvolvimento de produto da Ford,  Hau Thai-Tang, disse em uma entrevista:

"Eles estão com as mãos ocupadas. Temos que deixá-los passar por isso primeiro."

rivian-r1t-r1s

Pessoas familiarizadas com os esforços da Rivian notaram que a empresa está planejando uma capacidade de produção anual de 300.000 veículos, embora também tenham dito que aumentará para 40.000 no primeiro ano completo (800 por semana). Para efeito de comparação, depois que a Tesla lançou o Model 3, ela aumentou a produção do primeiro ano completo para uma média de 5.000 carros por semana. 

No entanto, levou muitos meses para a Tesla finalmente aumentar a produção em grande escala. O CEO Elon Musk tweetou recentemente:

"Protótipos são fáceis, a produção é difícil e ter um fluxo de caixa positivo é doloroso."

E a Rivian não para por aí. Em seu esforço para se tornar uma força na indústria de veículos elétricos, já está procurando locais para uma fábrica europeia. Além disso, o CEO da Rivian, RJ Scaringe, fundamentou os planos de abrir o capital da montadora antes do final de 2021. A empresa estará avaliada em US$ 50 bilhões quando fizer o IPO.

A empresa não teve que se preocupar muito com as finanças até agora, e não havia necessidade de pressa para abrir o capital. Isso ocorre porque Rivian concluiu uma arrecadação de recursos bem-sucedida ao longo dos anos, com o apoio de muitas empresas importantes, como Amazon, Ford e Cox Automotive, entre outras.

O vice-presidente de previsão global de veículos para Soluções de AutoForecast, Sam Fiorani, apontou:

"Começar sozinho é um grande negócio para uma startup de EV, mas a Rivian enfrenta a complicação adicional de ter três modelos lançados no mesmo ano. Quantas empresas automotivas americanas começaram desde a Segunda Guerra Mundial e tiveram sucesso? É uma lista de um - Tesla."

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram