Marca de Stuttgart vai apostar na própria arquitetura PPE, que estreia em 2022 com o Macan elétrico

A Porsche quer dançar sozinha. Os dirigentes da montadora de Stuttgart acabam de anunciar que usarão a plataforma PPE (Premium Platform Electric) para desenvolver os seus próximos carros elétricos a bateria. Na prática, eles não usarão a futura SSP (Scalable Systems Platform) que o Grupo Volkswagen acaba de anunciar e que substituirá a atual MEB a partir de 2025.

A Porsche, portanto, seguirá um caminho diferente do resto do grupo. Uma caminho, no entanto, que também será seguido 'parcialmente' pela Audi - que irá construir os modelos topo de linha na PPE - e que a levará a trabalhar acima de tudo no desempenho, autonomia e velocidade de carregamento.

Galeria: Porsche Macan elétrico

O primeiro será o Macan

O primeiro modelo a utilizar a plataforma PPE será o Porsche Macan elétrico, que entrará em produção a partir do segundo semestre de 2022. Ele será seguido pelo Audi Q6 e-tron, modelo irmão do Macan proposto pela marca das quatro argolas.

A escolha - de acordo com o que noticiou o Automotive News - parece ser ditada pelo fato de a Porsche pretender manter o ritmo de desenvolvimento de seus carros com emissão zero e não poder esperar até 2025, ano em que a Volkswagen, segundo o palavras do próprio Herbert Diess, estará pronta para comercializar os primeiros modelos produzidos com base na plataforma SSC.

Corte técnico da Volkswagen ID.4 2021

Duas plataformas para todos os modelos

Assim, olhando o quadro geral, é possível que a partir da próxima década, as plataformas do gigante de Wolfsburg sejam duas:

  • SSC para os modelos mais acessíveis (Volkswagen, Seat, Skoda e os Audi mais baratos)
  • PPE para os modelos Porsche e Audi mais exclusivos, que poderão contar com especificações próprias e, dado o seu posicionamento, poderão oferecer soluções ainda mais tecnológicas. Desta base, a partir de 2025, também irão nascer também os novos Bentleys, uma marca que, como já se sabe, será totalmente elétrica a partir de 2030.
Bentley EXP 100 GT Concept

Cooperação

Embora a Porsche embarque oficialmente em seu próprio caminho para o desenvolvimento de novos modelos, a colaboração com a Volkswagen não ficará para trás. Michael Steiner, chefe da divisão de P&D da Porsche, já anunciou que software e tecnologias terão uma base comum.

"Se você olhar para a plataforma de uma forma tradicional, como um conjunto de peças de aço e alumínio - disse Steiner durante uma conferência online - então digo que a SSC não é adequado às necessidades da Porsche. Mas as plataformas do futuro não são apenas uma peça de hardware. Eles são tecnologia, inteligência artificial, software. E aí, desse ponto de vista, Porsche e Volkswagen vão trabalhar lado a lado".

Por falar em software, ambas as plataformas irão adotar a versão 2.0 do VW.OS, sistema operacional proprietário que o Grupo Volkswagen elaborou com a sua empresa de informática Car.Software.Org que também lida com a condução autônoma, gestão de dados e definição de serviços digitais. No entanto, quando o Macan EV estrear em 2022, a Porsche adotará uma versão intermediária, chamada 1.2.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram