Com design futurista, Segway Apex H2 é uma moto elétrica que pode ser abastecida somente com hidrogênio

Embora ainda não esteja a pleno vapor, o segmento de motos elétricas promete novidades interessantes e desta vez a surpresa ficou por conta da Segway, uma montadora chinesa de veículos elétricos adquirida pela Xiaomi em 2015. A empresa acaba de anunciar a primeira moto elétrica a hidrogênio do mercado. 

Apresentado como um conceito, o modelo Segway Apex H2 é uma motocicleta híbrida. Na verdade, uma evolução de outro protótipo apresentado dois anos atrás e que agora incorpora a uma grande novidade: o sistema de hidrogênio.  

Galeria: Segway Apex H2 Concept

A Apex H2 está equipada com um motor elétrico de 60 kW (80 cv) e o consumo é de 1 grama de hidrogênio por quilômetro rodado. No entanto, a moto não possui plugue elétrico para recarga e a única forma de abastece-la é recarregando o cilindro ou trocando-o por um cheio. Ainda de acordo com a empresa, o conjunto permite à motocicleta elétrica acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 4 segundos e atingir a velocidade máxima de 150 km/h. 

De resto, ainda há poucos dados e especificações revelados deste interessante conceito. A proposta é ousada e caso o cronograma dê certo a empresa afirma que uma versão definitiva da moto elétrica Apex H2 pode chegar ao mercado com as primeiras entregas em 2023.

Apesar de ser um protótipo, a Segway Apex H2 já pode ser reservada no site na Segway (apenas para o mercado chinês). Quanto ao preço, a empresa estima que ele vá ficar na faixa de 70.000 yuan, ou cerca de R$ 60.000 em uma conversão direta. Achamos que é um valor alto, em que pese a inovação e tecnologia desta que podemos chamar de primeira moto a hidrogênio. 

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Fonte: HibridosyElectricos