Estilo Hatchback, faróis de LED com gráficos de 8 bits e soluções de micro-mobilidade

O universo de restauradores, de fenômeno praticamente amador, nos últimos anos tem entrado com força nos estúdios de design das montadoras, principalmente com o advento da propulsão elétrica.

Este é um fenômeno sociológico e também patrimonial, e aplicado à tecnologia de hoje, trouxe à luz os ícones do passado. Por último, em ordem cronológica, está o Pony Heritage Series, uma representação do que foi o primeiro carro de série produzido na Coreia do Sul pela Hyundai

Galeria: Hyundai Pony EV

A marca coreana revelou esse conceito na exposição "Reflections in Motion" em seu Motorstudio em Busan. O conceito - obviamente elétrico - repropõe as linhas e formas do Pony original, produzido entre 1975 e 1990. Era um sedã compacto de quatro portas, mas com diferentes variantes de carroceria de acordo com o mercado. Um carro que sai do lápis de Giorgetto Giugiaro, na época encarregado de levar a então desconhecida Hyundai ao palco dos fabricantes mundiais.

Hyundai Pony (1975) como um restomod elétrico único

Vintage e moderno

Hoje, este Pony elétrico ostenta linhas externas fortes, claras e típicas da época, com uma pintura fosca na cor prata. A fusão do clássico com o moderno encontra-se na construção e disposição dos retrovisores, alojados no capô na altura do arco da roda dianteira. Da mesma forma, os faróis redondos foram "pixelados", assim como as lanternas traseiras em forma de U. Ambos estão equipados com LEDs. Esses detalhes, que assumem um estilo visual semelhante aos gráficos de 8 bits - um estilo já proposto no novo Hyundai Ioniq 5.

Hyundai Pony (1975) como um restomod elétrico único

Interior

O interior tem um toque clássico, porém moderno. O painel de instrumentos se destaca por suas soluções: é uma aglomeração de tubos e cilindros iluminados que remete às lâmpadas incandescentes do passado.

O porta-malas tem uma caixa de aço que abriga um dispositivo de mobilidade elétrica sem muitos detalhes revelados. Um elemento que destaca ainda mais como o mundo da mobilidade com emissão zero está cada vez mais relacionado com a micro-mobilidade para um futuro com cada vez menos cidades "lotadas".

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram