O italiano Estrema Fulminea estreia em 2023 com tecnologias inéditas e desempenho brutal por 1,9 milhão de euros

Extremo no nome e de fato: a Estrema Automobili, a recém-criada fabricante de automóveis fundada em 2020 por Gianfranco Pizzuto, não aceita desafios para o Fulminea, seu hipercarro elétrico. É um carro que foi criado para concentrar o que há de melhor em tecnologia em um único modelo.

E as ambições são altas. O Fulminea será o primeiro carro do mundo a contar uma bateria híbrida que combinará células de íon-lítio com eletrólito sólido com ultra-capacitores. Esse esquema inédito será utilizado para acionar quatro motores elétricos capazes de entregar uma potência total de 2.040 cv, o suficiente para acionar o carro de 0 a 320 km/h em menos de 10".

Galeria: Estrema Fulminea

Autonomia e bateria 'híbrida'

Além das especificações recordes, a escolha de um acumulador "híbrido" foi decidida por combinar o desempenho das baterias de estado sólido com as dos ultracapacitores, que são capazes de transferir energia imediatamente, contribuindo com um empuxo extra por curtos períodos, como quando se busca a aceleração máxima. A interação entre os dois componentes é gerenciada por um software denominado EVE-Ai que foi desenvolvido em conjunto com a Electra Vehicle.

"Para fazer uma comparação com o atletismo - explica Roberto Olivo, COO da Estrema Automobili - essa bateria híbrida foi criada para combinar as vantagens de desempenho de um maratonista com as de um velocista. Com o estado sólido você tem autonomia, com os ultracapacitores você tem entrega instantânea".

Todo o pacote, feito em colaboração com ImeCar Elektronik e ABEE (Avesta Battery Energy Engineering, que focou em células prismáticas de estado sólido) terá capacidade de 100 kWh, uma densidade de energia de 500 Wh/kg e um peso de apenas 300-320 kg. Também vai garantir autonomia de cerca de 520 km (de acordo com o ciclo WLTP).

  • Potência: 1,5 MW (2.040 cv)
  • Peso: 1.500 kg
  • 0-320 km/h: <10"
  • Acionamento: integral com vetorização de torque
Extreme Lightning

61 exemplares

Do ponto de vista estilístico, o Estrema Fulminea foi projetado combinando as necessidades aerodinâmicas de um carro de altíssima performance com um design que também é atraente. O carro será equipado com um chassis de última geração, que nascerá graças à excelência presente no Motor Valley.

  • Comprimento: 4.683 mm
  • Largura: 2.052 mm
  • Altura: 1.148 mm

O hipercarro, aliás, será produzido em Modena, e chegará ao mercado no final de 2023. A produção chegará a plena capacidade (20 unidades por ano) em 2025. A ideia é produzir um primeiro lote de 61 unidades exclusivas com elementos altamente personalizados que serão vendidos a um preço inicial de 1.961.000 euros / R$ 12,5 milhões (sem considerar impostos). 

Entre as ambições da Estrema Automobili também está a de criar a primeira Gigafactory para baterias de estado sólido.

"Faremos de tudo para construir esta fábrica na Itália - disse Pizzuto - e devemos estar prontos em 2025. Calculamos que será necessário um investimento total de 400/500 milhões de euros e já temos alianças com importantes empresas italianas. O objetivo será reativar uma fábrica já existente, talvez em Torino ou Modena, que são as cidades em torno das quais gira todo o projeto".

A Gigafactory, que deverá atingir uma produção anual de 2,5 GWh, será necessária para poder baixar o custo por kWh deste tipo de bateria, que neste momento ronda os 3.000 euros. Fazendo as contas, isso significa que apenas para a bateria do Fulminea, atualmente ainda feita com métodos tradicionais e em fase de protótipo, o custo é de cerca de 300.000 euros, um valor que equivale a R$ 1.959.000 em uma conversão direta.  

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram