Na contramão da maioria dos fabricantes, empresa alemã testa transmissão CVT para elétricos e promete maior eficiência

Praticamente todos os carros elétricos modernos entregam potência por meio de um sistema de transmissão direta - são máquinas de uma velocidade. Nenhuma mudança de marcha ou relações variáveis ​​à vista e os fabricantes confiam no conhecido torque dos motores elétricos para fornecer uma combinação de aceleração, eficiência e capacidade em alta velocidade.

O único veículo atual que tem transmissão com engrenagens é o Porsche Taycan (e seu modelo irmão, o Audi E-Tron GT), equipados com uma caixa de câmbio de duas velocidades para o motor traseiro, mas isso é uma exceção. 

Galeria: Volkswagen e-Golf - câmbio CVT Bosch

Portanto, talvez o CVT seja mais adequado como uma transmissão de carros elétricos, uma vez que pode variar a relação continuamente para fazer o veículo funcionar da forma mais eficiente ou permitir que ele aproveite ao máximo a potência e o torque que possui, dependendo da situação. E não somos apenas nós que pensamos assim, já que a afirmação vem da gigante automotiva alemã Bosch.

A empresa tem divulgado seu câmbio CVT específico para carros elétricos como tendo dois benefícios principais: melhorar a autonomia e o desempenho de um veículo elétrico. A empresa diz que a transmissão em si é uma versão levemente modificada de um tradicional CVT, batizado de CVT4EV. A Bosch diz que com esta transmissão instalada, o veículo consegue melhorar a aceleração, velocidade máxima, e como a demanda de torque no motor de tração é reduzida, ele também fica mais eficiente.

câmbio CVT Bosch

De acordo com Gert-Jan van Spijk, chefe do programa CVT da Bosch Transmission Technology,

O CVT4EV expande o repertório do carro elétrico.

Ele também diz que, com o uso dessa transmissão, os motores elétricos não precisam ser tão potentes como são atualmente, e as baterias também podem ser um pouco menores. O CVT4EV também deve fornecer torque extra para tarefas de reboque e também deve melhorar o desempenho de veículos fora-de-estrada. 

A empresa também menciona que o ganho de eficiência estimado com o uso do CVT4EV e é de cerca de 4 por cento, embora não forneça um valor semelhante para ganhos de desempenho. A transmissão está sendo testada em um Volkswagen e-Golf pela Bosch Transmission Technology, uma subsidiária holandesa da empresa, mas até agora nenhuma aplicação comercial foi anunciada.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram