Rede credenciada para comercializar carros elétricos passará de 7 para 44 lojas em 15 estados e o DF até setembro

A Nissan anunciou o início da 2ª fase do seu plano de eletrificação no Brasil. Nesta nova etapa, a marca japonesa fará uma ampla expansão da rede de concessionárias habilitadas para vender o carro elétrico Nissan Leaf e também da infraestrutura para a mobilidade elétrica.

Lançado no país em 2019, há exatamente dois anos, o Nissan Leaf está disponível em 7 concessionárias e passará a ser comercializado em um total de 44 pontos de venda espalhados pelas cinco regiões do país (15 estados e o DF), cobrindo 51% do território nacional. A mudança começa a valer a partir de setembro, quando a preparação da rede para receber os carros elétricos estiver concluída. 

"Mesmo disponível apenas em 7 lojas, o Nissan LEAF se transformou em um dos carros elétricos mais vendidos do Brasil. Foi um período importante para entendermos melhor as características dos clientes deste segmento ainda em formação e nos deu a base para planejar esse novo passo e decidirmos mais do que quintuplicar a rede. Estamos preparados e com as baterias carregadas para levarmos os elétricos para outro patamar no mercado nacional", afirma Tiago Castro, diretor sênior de Marketing e Vendas da Nissan do Brasil.

Galeria: Nissan Leaf - Brasil

A Nissan também integrou o seu carro elétrico ao Showroom Virtual Nissan, lançado recentemente. O recurso digital permite a imersão interativa com os produtos Nissan por meio de realidade virtual, fotos e vídeos que destacam os seus atributos e tecnologias. 

nissan cobertura

Com o objetivo de se tornar líder em mobilidade elétrica no país, a Nissan se apoia em outros pilares, além da expansão da rede especializada para carros elétricos: 

- contribuir com a rede de infraestrutura de recarga

- desmistificar dúvidas sobre a utilização e funcionamento dos carros elétricos 

- formar novas parcerias para reforçar o segmento e permitir que o Brasil desenvolva conhecimento e tecnologia ligados à eletrificação.

Entre as principais iniciativas é possível destacar a parceria com a Enel X para estações de carregamento e com a Itaipu para a criação de uma rede V2G (onde os carros elétricos podem enviar energia para a rede) no Brasil. Outro destaque é o estudo realizado em conjunto com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN) para o uso do bioetanol para veículos movidos à Célula de Combustível.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Fonte: Nissan