Os carros elétricos vendidos na Europa no terceiro trimestre de 2021 estão próximos de atingir uma participação de dois dígitos. Pela primeira vez na história, alcançam 9,8% de participação de mercado, registrando crescimento de 56,7% com 212.582 unidades registradas.

É o que revela o relatório elaborado pela ACEA, associação de fabricantes automotivos europeus que representa as 15 maiores empresas do segmento sediadas no Velho Continente. Confira abaixo mais detalhes sobre esses números.

Tesla Model 3 - Europa

Crescimento generalizado

Apoiados por incentivos em vários mercados, os carros com emissão zero registraram aumentos substanciais de volume em todos os quatro principais mercados do Velho Continente. Na Espanha, subiram 21,8%, na França em 34,6%, na Alemanha em 62,7% e na Itália até 122%.

  • Itália: +122%
  • Alemanha: +62,7%
  • França: +34,6%
  • Espanha: +21,8%
Toyota Corolla Hatchback Hybrid

Híbridos superam o diesel

Os carros com eletrificação parcial (cujo crescimento está se consolidando globalmente), no trimestre julho-setembro, mostra que todas as formas de eletrificação fizeram excelentes números. Os carros híbridos plug-in, por exemplo, cresceram 42,6%, para 197,3 mil emplacamentos e uma participação de 9,1%, um pouco abaixo dos totalmente elétricos.

Também neste caso, a Itália foi o mercado que registrou o maior avanço (+130,6%). Seguida, nessa ordem, por Alemanha, França e Espanha.

gráfico vendas Europa

O terceiro trimestre de 2021 também marca um momento histórico para o mercado europeu de automóveis: os veículos híbridos superaram os modelos a diesel pela primeira vez. Com percentual de 20,7% (os carros a diesel ficarem em 17,6%), os híbridos estão em segundo lugar no ranking entre todos os tipos de propulsão, ficando atrás apenas da gasolina (39,5% de participação).