A Stellantis está correndo atrás de baterias de última geração. O grupo formado pela fusão da PSA e da FCA acaba de assinar um acordo para uma colaboração de cinco anos com o instituto de pesquisa francês CEA, uma das entidades mais vanguardistas do mundo, para desenvolver tecnologias e soluções técnicas para acumuladores mais eficientes e de alto desempenho.

A Stellantis lançará um programa de pesquisa com a organização sediada em Paris para desenvolver células que durem mais, sejam mais seguras, recarreguem mais rapidamente e armazenem mais energia. Tudo isso com uma pegada de carbono menor do que a atual e a um custo competitivo.

ACC produzirá as baterias do futuro

Os carros elétricos do futuro terão melhor desempenho e custarão menos. Para que isso aconteça, todos os fabricantes sabem que os veículos terão de ser equipados com baterias recém-desenvolvidas. Porque a bateria é o elemento-chave que determina a autonomia, os tempos de carregamento e o preço de tabela de um carro com emissão zero.

O objetivo da parceria entre a Stellantis e o instituto CEA é fornecer ao grupo franco-italiano a tecnologia que permitirá à subsidiária ACC (33% Stellantis, 33% Total Energies e 33% Mercedes-Benz) construir baterias e outros componentes para a próxima família de veículos elétricos.

STLA Large, a plataforma de carro elétrico Stellantis

STLA Large, a plataforma de carro elétrico Stellantis

Mas a colaboração entre a Stellantis e a CEA, em detalhes, envolverá o desenvolvimento de novos elementos químicos, processos ecologicamente corretos, arquiteturas inovadoras de baterias, desenvolvimento de células de combustível de alto desempenho, avaliação completa do ciclo de vida do produto e conectividade.

Trabalhando em várias frentes

Ned Curcis, diretor de engenharia e tecnologia da Stellantis, disse: "Sabemos que a tecnologia de baterias vai mudar. Ainda não sabemos exatamente em que direção ela evoluirá, mas queremos ser protagonistas e agentes de mudança. Estamos trabalhando arduamente para introduzir diferentes alternativas e explorar um amplo espectro de soluções, e colaboramos com startups inovadoras, laboratórios, universidades e os institutos de pesquisa mais prestigiados do mundo, como o CEA. Acreditamos firmemente que essa colaboração ajudará a acelerar a criação de uma tecnologia inovadora de células de bateria."

Stellantis-STLA-Large-Platform-EDM

Philippe Stohr, diretor da Divisão de Energia do CEA, acrescentou: "Temos orgulho de apoiar a Stellantis com um ambicioso programa plurianual de pesquisa e desenvolvimento de células de bateria como parte da parceria global entre o CEA e a Stellantis. Esse projeto empolgante combina mais de 25 anos de experiência em baterias de íon-lítio no CEA para o benefício de um dos principais participantes do setor automotivo na corrida pela mobilidade elétrica."