Marcha adicional permite extrair o máximo de desempenho e economizar bateria

A ZF, uma das maiores fornecedores de componentes e soluções para a indústria automotiva, está liderando a mudança nas formas de propulsão. A convite da ZF, o Motor1.com Brasil, site irmão do Insideevs.com, foi até a Alemanha para conhecer o primeiro motor elétrico com duas marchas do mundo.

Um dos grandes desafios dos carros elétricos é conseguir extrair o máximo de potência com o mínimo de consumo. Nos motores elétricos até então disponíveis no mercado, essa equação era praticamente impossível pelo funcionamento praticamente linear. Com o novo sistema de tração elétrica da ZF, é possível economizar menos energia, o que consequentemente, leva a um aumento de 5% na autonomia em comparação com uma unidade de apenas uma marcha.

Em Dresden, na Alemanha, tivemos a chance de experimentar na prática a eficiência do novo motor elétrico. Diferente do carro elétrico atual, que se aciona a marcha única e pronto, torque total disponível, sem variação, no novo temos a sensação mais próxima a do que conhecemos nos carros a combustão, inclusive com a sensação de troca de marcha. 

Carro elétrico com 2 marchas

Por enquanto, a troca de marcha ocorre de forma automática aos 70 km/h. A solução adotada pela ZF foi a do escalonamento de entrega de força, garantindo mais torque em baixas velocidades e aumentando a potência nas velocidades mais altas.

O resultado final, além da economia no consumo de energia, é o aumento da faixa de desempenho do carro em até 20%. Na prática, os carros elétricos equipados com este motor poderão atingir pelo menos 215 km/h de velocidade máxima.

O novo motor elétrico com duas marchas já está disponível no mercado e o primeiro modelo a contar com a solução é o SUV de luxo da Mercedes-Benz, o novo EQC

'

Por Fábio Trindade, de Dresden, Alemanha
Viagem a convite da ZF

Galeria: Novo câmbio ZF 8 marchas e motor elétrico de 2 marchas