Oito fábricas já foram anunciadas para produzir veículos elétricos, incluindo quatro na Alemanha.

A Volkswagen pretende ser uma das maiores fabricantes mundiais de carros elétricos daqui a alguns anos. A produção pode chegar a 1 milhão por ano até o final de 2022.

Para alcançar uma produção tão alta, o fabricante alemão produzirá modelos totalmente elétricos em oito plantas:

  • Zwickau, Alemanha (até 330.000)
  • Hanover, Alemanha
  • Emden, Alemanha
  • Dresden, Alemanha
  • Mlada Boleslav, República Tcheca
  • Chattanooga, Tennessee, Estados Unidos
  • Foshan, China (FAW-Volkswagen joint venture)
  • Anting, China (SAIC Volkswagen joint venture)

* as duas JVs (com FAW e com SAIC) irão produzir um total de 600.000 BEVs por ano.

Um dos mais recentes artigos da Reuters destaca a escalada do Grupo Volkswagen e sugere que um dos objetivos é ultrapassar a Tesla na China, pois a Tesla Gigafactory 3 é prevista para produzir mais de 500.000 carros anualmente.

Um tópico separado foi que estamos entrando em uma nova fase de eletrificação, com fabricantes estabelecidos a bordo e aumentando a intensidade de capital (para desenvolver toda uma família / plataforma de BEVs de uma só vez, em vez de um único modelo de baixo volume). O resultado disso será difícil para as startups.

"A escala e a velocidade do processo de eletrificação da VW marcam uma mudança em favor dos fabricantes estabelecidos que podem usar as fábricas existentes e lucrar com veículos utilitários esportivos (SUVs) com motor de combustão para aumentar mais rapidamente do que as startups."

"A verdade é que as barreiras à entrada de automóveis continuam altas", disse Max Warburton, analista da Bernstein Research. "Fazer carros é difícil. A mudança para veículos elétricos será cara, mas provavelmente será liderada por fabricantes tradicionais."

Fonte: Reuters