Crossover elétrico será revelado em 2020, após a estreia do GLA híbrido plug-in

Três anos atrás, a Mercedes-Benz apresentou um protótipo do hatchback EQA durante o Salão de Frankfurt. Desde então, a marca iniciou sua linha de elétricos com o crossover EQC, mas não comentou mais sobre o compacto. Isso mudou na apresentação da nova geração do GLA, quando a fabricante mostrou um teaser do carro, agora como um crossover baseado no GLA e que será revelado em breve.

Como visto em flagras recentes, o Mercedes-Benz EQA manterá o mesmo design e formato que o novo GLA, porém, com pequenas alterações para indicar que é um modelo da linha EQ. É possível notar que traz rodas com desenho mais aerodinâmico e que troca a grade por uma peça fechada com efeito 3D, semelhante ao que é usado pelo EQC.

Galeria: Flagra: Mercedes-Benz EQA

Antes de lançar o EQA em algum momento de 2020, a Mercedes irá eletrificar o novo GLA com uma versão híbrida plug-in, usando o mesmo conjunto mecânico do Classe A 250e e Classe B 250e. Ola Källenius, chairman da Daimler, diz que a versão PHEV terá 70 km de autonomia elétrica, embora não diga se é pelo ciclo de testes WLTP ou o antigo método NEDC. Como referência, o A250e oferece uma autonomia elétrica entre 60 e 68 km pelo ciclo WLTP e de 74 a 76 km pelo NEDC.

Além do EQA, a Mercedes-Benz trabalha no sedã EQS e um outro crossover, o EQB, que também já circula em testes. Como a estreia do EQA acontecerá depois do GLA híbrido, sua apresentação deverá acontecer em meados de 2020, começando a ser vendido no 2º semestre do ano que vem.