Utilitário começa a sair da linha de produção de olho nos mercados da Europa e EUA

Revelado como conceito em 2018 e apresentado no início de 2020 durante a CES, em Las Vegas (EUA), o M-Byte começou a ser produzido na China. O SUV 100% elétrico da marca tem visual futurista e se destaca, entre outras coisas, pela enorme tela sensível ao toque de nada menos que 48 polegadas.  

O modelo concebido pela Byton, uma startup criada por ex-executivos da BMW, tem o cluster integrado a enorme tela de 48" que ocupa grande parte do painel frontal e pode exibir informações como mapa do trajeto, entre outras utilidades. O volante com tela sensível ao toque de 7" com atalhos rápidos e ferramentas adicionais ao motorista. Além disso, estão disponíveis tecnologias como condução semi-autônoma, sensor de gestos avançado e gestão de condução, entre outros sistemas de apoio.

Byton M-Byte

De acordo com os dados divulgados pela Byton, o M-Byte mede 4,875 m de comprimento, 1,970 m de largura, 1,665 m de altura e 2,950 m de distância entre eixos. Acelera de 0 a 100 km/h em 7,5 segundos na versão de tração traseira ou 5,5 segundos no modelo de tração integral enquanto a velocidade máxima é de 190 km/h para ambos. São duas opções de baterias com 72kWh e 95kWh e autonomia de 426 km e 483 km, respectivamente. É possível recarregar 80% do total em apenas 35 minutos.

Byton M-Byte

Produzido na moderna fábrica da empresa em Nanjing, reaberta após o período de fechamento causado pelo coronavírus, o SUV tem lançamento para o mercado chinês previsto para os próximos meses enquanto a chegada ao Estados Unidos é aguardada para 2021.

Fonte: CleanTechnica

Galeria: Byton M-Byte