A batalha entre os dois fabricantes é travada por meio da publicidade: Ingolstadt aproveita para destacar o sucesso do e-tron

Audi responde à GM no comercial com o qual os norte-americanos invadem a Noruega. Aproveitando o sucesso do Audi e-tron, que no país escandinavo foi o carro mais vendido em 2020, a marca das quatro argolas brinca com estereótipos sobre o povo norueguês, assim como a GM fez com aqueles sobre americanos, para sublinhar os próprios sucessos no campo das emissões zero.

Na publicidade da Audi, que já há alguns meses havia explorado o assunto com um Papai Noel carregando presentes ao volante de um e-tron GT, um motorista dirigindo em uma paisagem nevada de conto de fadas incrédulo que alguém (e precisamente o americano do comercial da GM) pode ter algo contra seu povo e seu país.

Um encontro inesperado

Mas enquanto dirige por uma estrada deserta, ele encontra o globo quebrado visto no outro local, e então para, pega-o e grava uma mensagem ambiental para a câmera.

Enquanto o motorista fala a Audi coloca a legenda "Don't hate, imitate" (Não odeie, imite). Para destacar o fato de que o planeta será salvo se todos os países forem capazes de fazer o que a Noruega fez em termos de mobilidade com emissão zero.

E aqui voltamos à GM, que em seu vídeo engraçado apresenta o clássico cidadão americano que descobre em sua garagem que a Noruega está à frente de todos na transição energética e não pode aceitar que haja alguém que faça melhor fora dos Estados Unidos.  

Assim, movido por orgulho patriótico e espírito de competição, ele se propõe a cruzar o Atlântico a bordo de um Cadillac Lyriq com intenções de guerra. Não antes de contratar dois companheiros de aventura improváveis ​​acabaram escolhendo o Hummer EV. Depois de uma viagem turbulenta de navio, ele descobre que a Escandinávia é um lugar encantador. Que pena que acabou na… Suécia.

Galeria: Audi e-tron 55 quattro