Não o veremos em um futuro muito próximo, pois ele só deve chegar ao mercado em 2026

Há um mês, altos funcionários do Grupo VW confirmaram que o futuro sedã elétrico da Volkswagen (conhecido como Projeto Trinity) também dará origem a um modelo irmão Audi. Este elétrico de três volumes pode acabar substituindo o Audi A4 a combustão por completo - ele vai estrear em 2026, cerca de quatro anos antes do prazo estipulado pela Audi para encerrar as vendas de veículos a gasolina.

Atualmente, ambas as versões estão sendo desenvolvidas sob o mesmo codinome interno Apollon, já que atualmente o trabalho na plataforma que os sustentará ainda está longe do fim. Na verdade, Trinity é o nome da plataforma que supostamente irá oferecer excelente modularidade e autonomia, bem como a capacidade de condução totalmente autônoma.

No momento, não temos ideia de como será a aparência de qualquer um dos dois modelos, mas esta projeção realista que recebemos, cortesia do Motor.es, lança alguma luz. Apresenta um Audi A4 um pouco mais arrojado, com traseira fastback e alguns detalhes emprestados dos conceitos mais recentes da marca - os faróis, a grade fechada com o novo padrão da marca e as rodas.

Nos questionamos por que o desenhista não foi um pouco além ao também criar câmeras em vez de retrovisores, como os opcionais que você pode especificar no atual SUV elétrico E-tron. Este modelo é, no entanto, muito importante para a Audi - será a sua resposta ao Tesla Model 3, bem como a outros veículos semelhantes que chegarão ao mercado, como o BMW i4.

Os funcionários da Audi mencionaram que tanto o A4 quanto o A6 se tornarão, de fato, totalmente elétricos no final da década. Novas versões de ambos os modelos estão planejadas para 2023, mas duvidamos que qualquer uma delas tenha uma versão totalmente elétrica na próxima atualização; teremos que esperar um pouco mais para ver um elétrico total. 

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram