A meta inicial era 2050, mas os últimos bons resultados motivaram um anúncio mais ambicioso

O carbono neutro é o objetivo de muitas grandes empresas no longo prazo. No mundo automotivo, vários fabricantes pretendem atingir a neutralidade de emissões em sua produção até 2050. Mas, obviamente, esse objetivo não é ambicioso o suficiente para empresas como a Toyota, por exemplo. 

A marca japonesa, que novamente se tornou a maior montadora do mundo no ano passado, anunciou na sexta-feira em um evento que agora pretende atingir a neutralidade de carbono em sua produção até 2035, ante a meta inicial de 2050. 

Galeria: Toyota bZ4X - ao vivo

"A Toyota enfrentará uma série de desafios para tornar suas fábricas neutras em carbono até 2035", disse Masamichi Okada, gerente de produção do grupo, em uma apresentação online. "Queremos conseguir fábricas verdes. A neutralidade do carbono nos dá a oportunidade de repensar fundamentalmente a produção", completou Okada.

Isso envolverá, por exemplo, a otimização dos processos de pintura, um dos trabalhos mais intensivos em energia da indústria automotiva, ao mesmo tempo em que se desenvolve o uso de técnicas alternativas, como os filmes adesivos.   

A Toyota é pioneira em veículos híbridos e veículos movidos a hidrogênio, mas agora também está acelerando no campo de veículos elétricos. Muitos outros grupos automotivos globais já divulgaram objetivos de neutralidade de carbono em longo ou curto prazo, enquanto as questões ambientais estão se tornando cada vez mais significativas.

A urgência do aquecimento global também será um dos principais temas da cúpula dos líderes das grandes potências do G7 que teve início última sexta-feira no sudoeste da Inglaterra. O Japão anunciou uma meta de neutralidade de carbono para 2050 no ano passado, alinhando-se com a União Europeia, e os Estados Unidos fizeram o mesmo em abril deste ano.

A neutralidade de carbono é um princípio cuja definição é variável e às vezes muito ampla. Consiste em alcançar por diversos meios um equilíbrio entre as emissões e absorções dos gases de efeito estufa de origem humana.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Galeria: Toyota Mirai: impressões ao dirigir