Após encerrar o primeiro semestre com recorde, as vendas de carros elétricos e híbridos continuam a crescer acima da média do mercado no Brasil. De acordo com os dados divulgados nesta semana pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), os veículos eletrificados atingiram seu melhor resultado histórico em agosto. 

Na contramão das vendas totais de veículos leves, que tiveram queda de 2,2% na comparação com julho, o mês passado foi bastante positivo para os eletrificados (que contabilizam elétricos, híbridos e híbridos plug-in) no país. Ao todo, a Anfavea anotou 3.873 emplacamentos de veículos eletrificados, um número que representa 2,4% de participação, se aproximando dos carros a gasolina, que detêm 3,4% do mercado.

Galeria: Porsche Taycan Turbo S (Teste IEV BR)

Foram 3.639 unidades vendidas de carros híbridos/híbridos plug-in, contra 234 emplacamentos de carros elétricos, números recordes em ambos os segmentos. Além dos resultados do mês passado, os eletrificados já venderam mais nos primeiros 8 meses de 2021 do que em todo o ano de 2020.

Considerando o acumulado do ano, a participação dos híbridos/elétricos é de 1,6%, logo abaixo dos carros exclusivamente a gasolina, que representam 2,8% do mercado automotivo. 

Teste: Volvo XC40 T5 Hybrid R-Design

Embora o país ainda não tenha um plano estratégico para a transição energética da frota, o lançamento de cada vez mais modelos híbridos e elétricos continuará a favorecer o crescimento das vendas no segmento, que devem manter a trajetória ascendente por um bom tempo.  

Até o momento, as estatísticas sobre vendas de veículos eletrificados eram compiladas por entidades como a ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico), mas a partir de agora também serão divulgadas mensalmente pela Anfavea, conforme a associação anunciou em sua coletiva mensal.

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram

Galeria: Toyota Corolla Cross XRX Hybrid 2022 (Teste)