Duas a cada três pessoas que fizeram encomenda do carro vieram de outras marcas

Apesar de toda a controvérsia sobre a apresentação do Ford Mustang Mach-E em novembro, a fabricante já está recebendo uma boa resposta por parte dos clientes nos Estados Unidos. A fabricante anunciou que vendeu todas as unidades da versão First Edition na pré-venda e, embora não tenha revelado quantas unidades foram disponibilizadas, há grandes chances de que muitos dos compradores sejam novos clientes para a marca.

De acordo com uma reportagem do The Detroit News, aproximadamente dois a cada três Ford Mustang Mach-E reservados foram pedidos por pessoas que tem carros de outras marcas. Muitos deles nunca tiveram um veículo elétrico, porém a tecnologia e o preço do Mach-E foram atrativos o suficiente para decidirem entrar no segmento de elétricos com o SUV da Ford.

"Tem sido muito animador para a concessionária", comenta Tim Hovik, dono e gerente da San Tan Ford na cidade de Phoenix. "Estou trabalhando nisso há 27 anos e posso contar com uma mão a quantidade de vezes que entramos em um segmento completamente novo."

A Ford anunciou com orgulho que o vídeo de apresentação do Mach-E foi assistido mais de 6,5 milhões de vezes e que o site dedicado ao modelo passou de 1,6 milhão de visitas. A fabricante nem ao menos liga para o abaixo-assinado online feito para trocar o nome do carro, pois acham que não existe publicidade ruim.

Galeria: Ford Mustang Mach-E 2020

"Com certeza há muito barulho sobre ele, o que é a coisa mais importante para qualquer veículo novo" explica Karl Brauer, analista do Kelley Blue Book. "É exatamente isso que a Ford queria e parece ter conseguido. E eles estão trazendo clientes que não eram da Ford para suas concessionárias, o que é o sonho de qualquer montadora."