Compacto EV disputará na Alemanha o inédito ADAC Opel e-Rally Cup

A Opel iniciou recentemente na Alemanha os testes de durabilidade com aquele que será o primeiro automóvel elétrico a bateria para competições de estrada do mundo: o Corsa e-Rally Cup. Baseado no Corsa elétrico de produção, o modelo será destinado ao inédito ADAC Opel e-Rally Cup, troféu de ralis que será disputado na Alemanha na temporada de 2020/21. Mecanicamente, a motorização será a mesma da versão comercial (motor elétrico de 136 cv e 26,5 kgfm de torque, com baterias de 50 kWh), mas a suspensão terá amortecedores específicos e os freios contarão com discos ventilados de 232 mm na frente e 264 mm na traseira, ambos com quatro pinças. Haverá ainda santo-antônio de proteção e todos os equipamentos de segurança obrigatórios da FIA.

Galeria: Opel Corsa-e Rally

Os primeiros testes estão sendo realizados com dois protótipos no centro de avaliações de Dudenhofen. "Queremos que ambos os carros percorram o maior número possível de quilômetros, o que nos permitirá reunir o máximo de informação nessa fase inicial", explicou o diretor da Opel Motorsport, Jörg Schrott.

"Não existia experiência de carros elétricos em ralis para que pudéssemos nos basear, então tivemos que realizar cálculos e simulações na fase mais embrionária, os quais vão sendo agora gradualmente substituídos por dados recolhidos em condições reais. Dedicamos atenção à gestão de cargas e temperaturas da bateria em condições de rali, ao mesmo tempo que vamos procedendo a adaptações do software", completou.

Uma vez concluído o programa de desenvolvimento do Corsa-e Rally, a Opel construirá uma unidade-referência que servirá de padrão para as unidades que serão produzidas para as equipes. A marca planeja fabricar 20 exemplares para a temporada 2020/21, dos quais 15 serão entregues no verão, a tempo da primeira prova de teste, em julho.