Versão esportiva do SUV elétrico pode ser comprada na carroceria "normal" ou Sportback

O Audi e-Tron S e seu coupé, o e-Tron S Sportback, foram apresentados para dar mais potência ao catálogo do SUV elétrico. A dupla tem 503 cv e 99,2 kgfm de torque por oito segundos no Boost Mode, enquanto as versões normais tem 408 cv e 67,7 kgfm de torque neste modo. Em condução normal, o S tem 411 cv e 82,4 kgfm de torque, versus os 360 cv e 57,2 kgfm das normais. 

As versões S do e-Tron tem potência extra pela adição de mais um motor elétrico no eixo traseiro, totalizando três no carro. O par do eixo traseiro também permite a vetorização do torque. Durante a condução normal, os dois motores traseiros que movem o SUV. O dianteiro trabalha apenas quando o motorista precisa de força extra ou as rodas traseiras perdem tração. 

Galeria: Audi e-tron S exclusive 2020

Com todos os motores em ação, o e-Tron S chega aos 100 km/h em 4,5 segundos. Chega aos 210 km/h limitados eletronicamente. A Audi não especificou a autonomia das versões S. As baterias tem a mesma capacidade das demais versões, com 95 kHw e 86,5 kWh. 

Para uma direção confortável, o E-Tron S vem de série com suspensão a ar adaptativa. Dependendo do modo de condução selecionado, o sistema altera a altura do carro em até 76 mm. 

A marca não fez muito para diferenciar o S das demais. Há um novo parachoque dianteiro com entradas de ar maiores e um grande difusor na traseira. Ele também é 23 mm mais largo. As rodas são de 20" de série ou chegam a 22" como opcionais. 

2020  Audi e-tron S exclusive
2020  Audi e-tron S exclusive

Por dentro, nada de muito diferente do que já conhecemos do e-Tron. Bancos esportivos elétricos são item de série e há o logo S em diversos pontos. Como opcional, bancos maiores e refrigerados com couro perfurado. 

A Audi ainda não falou sobre preços ou entregas do e-Tron S. A julgar pelo restante da linha, ele será mais caro que as versões atuais.