XJ, J-Pace e Road Rover serão feitos sobre a plataforma MLA e produzidos na Inglaterra

Mesmo com a pandemia global, o grupo Jaguar Land Rover segue trabalhando em seu projeto de eletrificação, com a conversão de uma fábrica no Reino Unido para a produção de três novos modelos elétricos. 

O grupo anunciou em 2019 que a fábrica de Castle Bromwich produzirá o XJ a combustão, mas também uma versão elétrica do sedã topo de linha. Esta novidade está prevista para estrear em 2021 com estilo tradicional e preços próximos ao do Tesla Model S. 

A mesma fábrica fará o Jaguar J-Pace, um SUV elétrico que se posicionará acima do atual I-Pace na linha Jaguar, além de um novo modelo da Land Rover que também deverá aparecer em 2021 chamado Road Rover. 

Os três modelos são feitos sobre a plataforma MLA - Modular Longitudinal Architeture - que também pode abrigar motorizações a combustão e híbridas plug-in. Esta plataforma será a base também da nova geração dos modelos Range Rover Sport e Discovery Sport.

Jaguar I-Pace 2019
O Jaguar I-Pace terá um modelo acima, que terá versões a combustão ou totalmente elétricas.

Pouco sabemos sobre esse novo J-Pace e o tal Road Rover (nem se esse será seu nome definitivo), mas o primeiro terá versões a combustão e totalmente elétricas. 

Uma coisa que sabemos é a capacidade das baterias. Todos os novos elétricos da plataforma MLA terão uma bateria de 90,2 kWh. O que não se sabe ainda é se o I-Pace, feito em Magna Steyer, começará a ser feito em terras inglesas ou seguirá sendo produzido na Áustria. 

Galeria: Teste: Jaguar I-Pace (BR)