Bateria LFP livre de cobalto poderá ser usada na versão Standard Range Plus.

  • Model 3 é o primeiro veículo da marca a usar as baterias de lítio-ferro-fosfato (LFP) sem cobalto
  • Autonomia tem leve aumento de 445 km para 468 km
  • Redução de custo pela nova bateria pode vir a baratear o preço final do carro  

Sem descanso, a Tesla se mexe o quanto pode frente a uma concorrência que não dorme - principalmente em relação ao seu best seller, o Model 3. Segundo a agência Reuters, a empresa de Elon Musk foi aprovada recentemente pelo Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação para produzir na China o Tesla Model 3 equipado com baterias de lítio-ferro-fosfato (LFP).

Supõe-se (embora ainda não esteja confirmado) que a química do LFP sem cobalto, no novo design batizado cell-to-pack, será fornecida pela CATL, que anteriormente confirmou um acordo com a Tesla sem entrar em detalhes. Os outros fornecedores de células de bateria da Tesla são a LG Chem e a Panasonic.

Galeria: Tesla Model 3 - China

De acordo com Moneyball, o novo Model 3 LFP terá autonomia de 468 km (NEDC), um pouco mais do que o atual Model 3 Standard Range Plus: 445 km.

Além disso, a densidade de energia em um nível de embalagem é declarada em 125 Wh/kg. Aqui estão mais números:

  • autonomia 468 km (291 milhas) NEDC
  • capacidade da bateria N/A
  • densidade de energia da bateria 125 Wh/kg
  • consumo de energia de 12,6 kWh/100 km (NEDC)
  • velocidade máxima de 225 km/h (140 mph)
  • Motor elétrico de 202 kW e 41,1 kgfm
  • peso bruto de 1.745 kg

Podemos apenas supor que a versão LFP permitirá que a Tesla reduza o custo da versão de entrada Standard Range Plus, enquanto as versões superiores da gama continuem usando químicas NCA/NCM densas e com maior energia, dependendo dos mercados.