Neoenergia inaugura a primeira estação da rede de carregamento que ligará Salvador (BA) a Natal (RN)

Recentemente, as regiões Sul e Sudeste começaram a receber alguns projetos de infraestrutura para a mobilidade elétrica que já estão em andamento. E agora é a vez da região Nordeste começar a trilhar este caminho com a inauguração de uma estação de recarga para carros elétricos em Salvador (BA), a primeira de uma extensa rede de carregamento de mais de 1.000 km que ligará a capital baiana a Natal (RN). 

Chamado de Corredor Verde, a rede de carregamento está sendo construída pela holding Neoenergia. Trata-se do primeiro corredor de mobilidade elétrica da região Nordeste e será o maior do Brasil quando concluído no final do primeiro semestre de 2021 (a eletrovia da EDP e do Grupo VW é maior, mas só ficará pronta em 2023), interligando as capitais Salvador (BA) e Natal (RN), passando por Aracaju (SE), Maceió (AL), Recife (PE) e João Pessoa (PB).

Galeria: Corredor verde - região Nordeste

O projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) é regulado pela Aneel e faz parte do Programa de Mobilidade Elétrica da Neoenergia. A primeira fase conta com a avaliação de desempenho de carros elétricos em rotas urbanas e propostas de abertura dos eletropostos ao público.

Após a inauguração deste primeiro ponto de recarga em Salvador, os demais eletropostos serão entregues ao longo do primeiro semestre de 2021. Quando concluída, a rede irá atender a seis estados e conectará 70 municípios. 

Energia Solar

Além disso, a Neoenergia estuda associar as estações de carregamento com a geração de energia solar fotovoltaica, segundo o gerente corporativo de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa, José Brito.

"Reconhecemos a importância de garantir o desenvolvimento sustentável através de medidas voltadas ao combate das mudanças climáticas e o investimento em mobilidade elétrica faz parte desse compromisso. Afinal, o uso do carro elétrico diminui a emissão de gases de efeito estufa, contribuindo para a descarbonização do planeta".

Fonte: Neoenergia