Nova geração do furgão elétrico pode rodar 265 km com uma carga e ficou mais potente

Apresentado no final de 2020, o novo Renault Kangoo E-Tech teve nesta quarta-feira (24) mais dados técnicos revelados pela Renault. A nova van elétrica chegará ao mercado até o final deste ano para ocupar o lugar do Kangoo Z.E. 

Durante o evento online LCV Show, a Renault divulgou informações sobre o trem de força elétrico do Kangoo E-Tech, bem como dados sobre a autonomia e capacidade de carregamento.  

Galeria: Renault Kangoo E-Tech

Disponível em duas versões de comprimento, o novo Renault Kangoo E-Tech terá um volume de carga de até 3,3 - 3,9 m3 na versão menor, enquanto que no modelo mais longo esse número irá de 4,2 a 4,9 m3. O modelo a combustão já teve os dados de carga útil divulgados: será na faixa de 600 a 800 kg - número que pode ser um pouco maior na variante 100% elétrica. 

Falando do sistema de propulsão, o novo Kangoo será equipado com um motor elétrico de 75 kW (102 cv) de potência e 25 kgfm de torque - um importante ganho sobre o modelo atual que entrega 44 kW (60 cv) e 23 kgfm. 

Renault Kangoo Van E-TECH Electric

Outra vantagem do modelo mais novo é a capacidade da bateria que aumentou para 44 kWh (11 kWh a mais) e uma autonomia que agora é de 265 km (o atual tem 200 km de alcance) com uma carga pelo padrão WLTP. A Renault também promete maior capacidade de recarga, tanto no carregamento rápido DC de até 75 kW como no carregamento trifásico de até 22 kW.

Além das questões técnicas, o novo Kangoo também promete mais equipamentos de série e melhor versatilidade com a maior largura de abertura de porta lateral. Enquanto a versão convencional está prevista para chegar ao mercado e junho a versão elétrica vai ficar para o final do ano. 

Assim como o modelo atual, o novo Renault Kangoo E-Tech será produzido na fábrica da Renault em Maubeuge, na França. Ainda é cedo pra falar em data de chegada ao Brasil, onde o atual Kangoo Z.E. continua sendo vendido. 

Renault Kangoo Van E-TECH: especificações

  • Autonomia: 265 km (WLTP)
  • Bateria: 44 kWh
  • Tração dianteira
  • Potência máxima do sistema: 75 kW e 25 kgfm de torque
  • Carregamento AC (on-board): até 22 kW trifásico (80% em 2h); até 7,4 kW monofásico (7h)
  • Carregamento rápido DC (CCS): até 75 kW (0-80% em 42 minutos)

Siga o InsideEVs Brasil no Twitter

Siga o InsideEVs Brasil no Facebook

Siga o InsideEVs Brasil no Instagram